Ame-psiquiatria: uma proposta para o fortalecimento da rede de cuidados em saúde mental



Baixar 30.5 Kb.
Página1/2
Encontro02.03.2019
Tamanho30.5 Kb.
  1   2

ame-psiquiatria: uma proposta para o fortalecimento da rede de cuidados em saúde mental


A Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), por meio de suas afiliadas e regionais, vem promovendo debates acerca das deficiências apresentadas pela rede de atendimento à saúde mental do país. Problemas como a escassez de unidades de internação psiquiátrica em hospitais gerais, bem como a falta de ambulatórios psiquiátricos gerais e especializados e de uma estratégia que consiga promover de forma clara e consistente a saúde mental na atenção básica estão presentes em praticamente todo o território nacional e evidenciam os equívocos estratégicos do Ministério da Saúde na condução dessas políticas. A “Proposta de Diretrizes Técnicas para Assistência Integral em Saúde Mental no Brasil”, elaborada pela ABP, evidencia os problemas da rede atual de atendimento à saúde mental e sugere a criação e adequação de serviços de saúde mental que, trabalhando de forma integrada, possam atender mais plenamente às necessidades da população brasileira.

O Ambulatório Médico de Especialidades-Psiquiatria (AME-Psiquiatria) constitui-se em iniciativa inovadora na gestão de serviços ambulatoriais na área de Psiquiatria e Saúde Mental, sendo fruto de parceria entre o Governo do Estado de São Paulo, através da Secretaria de Estado da Saúde, Departamentos de Psiquiatria de quatro Faculdades de Medicina do Município de São Paulo, ligadas à Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Universidade de São Paulo (USP), Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa (FCM-SCSP) e Universidade de Santo Amaro (UNISA), o Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo e o Ministério Público Estadual.



O AME-Psiquiatria, como os demais Ambulatórios Médicos de Especialidades do Estado de São Paulo, consiste em um nível secundário de atenção, destinado a pacientes que necessitem consultar-se com médicos especialistas. Ele funciona como referência tanto para as Unidades Básicas de Saúde (UBS) como para receber pacientes provenientes dos hospitais terciários que necessitem de cuidados especializados. O objetivo do AME-Psiquiatria é o de melhorar o acesso ao tratamento aos pacientes com transtornos mentais graves que necessitem de avaliação e atendimento psiquiátrico e saúde mental especializados. Dessa forma, possibilita ampliar o espectro de serviços a serem oferecidos à comunidade e tem como características diferenciais a presença de critérios para encaminhamento, a necessidade de agendamento prévio das consultas, foco na estabilização clínica e na elaboração de diagnóstico e tratamento, a presença de critérios para alta e um modelo transversal de acompanhamento. Nesse sentido, ele complementa o atendimento longitudinal focado na reabilitação e na reinserção psicossocial oferecido pelos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS), fortalecendo, com os demais equipamentos a rede de atenção integral à saúde mental.


Baixar 30.5 Kb.

Compartilhe com seus amigos:
  1   2




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
Processo seletivo
ensino fundamental
ensino médio
terapia intensiva
Conselho nacional
minas gerais
oficial prefeitura
Curriculum vitae
Boletim oficial
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
saúde mental
educaçÃo infantil
direitos humanos
Centro universitário
educaçÃo física
Poder judiciário
saúde conselho
santa maria
assistência social
Excelentíssimo senhor
Atividade estruturada
Conselho regional
ensino aprendizagem
ciências humanas
políticas públicas
ResoluçÃo consepe
outras providências
secretaria municipal
catarina prefeitura
recursos humanos
Dispõe sobre
Conselho municipal
Colégio estadual
consentimento livre
psicologia programa
ministério público
conselho estadual
público federal
Serviço público