Agência fides – 30 de setembro de 2008



Baixar 377,23 Kb.
Página53/67
Encontro11.10.2018
Tamanho377,23 Kb.
1   ...   49   50   51   52   53   54   55   56   ...   67

Missão – EUROPA/PORTUGAL - Dentre as conclusões do Congresso missionário nacional: criação de estruturas diocesanas e paroquiais missionárias, um documento base para a missão no país, a celebração de congressos missionários diocesanos.


Fátima (Agência Fides) – No encerramento do Congresso missionário nacional, realizado de 3 a 7 de setembro, em Fátima, Portugal (ver Fides 4/9/2008), os participantes divulgaram um comunicado conclusivo, no qual assinalam alguns pontos para dar um empenho missionário nas paróquias, nas dioceses e no âmbito nacional.
Em primeiro lugar, confirma que “a missão é uma tarefa inevitável de todo cristão”, e se realiza em um espaço e em um tempo concreto da história. Neste sentido, “a vivência comunitária de fé em família, na paróquia, na diocese ou na comunidade de vida consagrada é um testemunho com credibilidade e que anuncia o Deus-Amor”.

Para os participantes do congresso, com o concílio Vaticano II chegou-se a uma nova compreensão da missão, na qual “cada um de nós é, contemporaneamente, convidado e destinatário da evangelização. O Espírito é o protagonista da missão, enquanto a Igreja local representa o lugar da sua encarnação e da sua vivência”. Além disso, houve um despertar do laicado missionário, que constitui um sinal dos tempos.

“Em pleno Ano Paulino – continua o texto – o Apóstolo das nações, com o seu itinerário de conversão e de missão, é para nós um modelo e nos indica que para evangelizarmos devemos conhecer melhor e imitarmos o seu zelo e sua urgência.”

Com o desejo de poder realizar tudo o que foi vivido durante o congresso, os participantes fizeram uma série de propostas. Dentre elas, à Conferência episcopal portuguesa (CEP) foi pedido de promover uma melhor coordenação e integração das diversas áreas pastorais, para que todas sejam fecundadas pelo dinamismo missionário e pelo desejo de santidade. Foi também pedido à CEP de incentivar a vocação missionária de todos os cristãos através de um documento de base sobre a missão em Portugal.

Por seu lado, cada Igreja local deveria criar estruturas e uma dinâmica para despertar a consciência e a urgência para a missão, que podem ser através de secretários diocesanos missionários, de grupos missionários paroquiais, de semanas de animação missionária, de voluntariado, de sacerdotes Fidei donum. Cada diocese, portanto, deveria promover um congresso missionário diocesano.

Outra proposta se refere à promoção da formação missionária em todos os níveis, incentivando, com espírito de solidariedade e de subsidiariedade, iniciativas para que as diversas Igrejas enviem e recebam missionários.

(RG) (Agência Fides 8/9/2008)




  1. Compartilhe com seus amigos:
1   ...   49   50   51   52   53   54   55   56   ...   67


©psicod.org 2017
enviar mensagem

    Página principal