A vida de Pedro nos mostra o processo de conversão. – Pr. Abram de Graaf


Ainda que venhas a ser um tropeço para todos, nunca o serás para mim



Baixar 26,16 Kb.
Página2/3
Encontro01.12.2019
Tamanho26,16 Kb.
1   2   3
Ainda que venhas a ser um tropeço para todos, nunca o serás para mim.

Prestem atenção, irmãos. Como sempre, Pedro é o primeiro que reagiu. Ele tem um temperamento explosivo. Ele é um homem que é guiado pelos seus sentimentos. Ele não pensa duas vezes, mas reage logo e diz o que passa pela sua mente. O amor dele cresceu rapidamente, mas não tem muitas raízes. Ele fez uma declaração do seu grande amor, mas ele não é muito humilde, porque se exalta no meio dos outros.

Pedro é um tipo de pessoa que reage espontaneamente; ele logo se declarou, mas – presta atenção – a sua declaração é mais emocional e superficial do que racional. Este tipo de pessoa reage espontaneamente, mas não conhece os seus próprios sentimentos, nem do plano de Deus. O caso de Pedro mostra isso claramente: Ele não entende o porquê do sofrimento de Jesus Cristo. Ele não aceita o sofrimento de Jesus Cristo, porque não entende nada sobre a necessidade desse sofrimento. Se depender de Pedro, ele lutará contra todos os inimigos para proteger Jesus. Ele ama Jesus, mas ao mesmo tempo atrapalha o plano de Deus.

Também é claro que Pedro não tem muito conhecimento de si mesmo. Observando a sua declaração, uma pessoa poderia pensar: Que homem! Que declaração! Que dedicação! Que amor! Mas pense bem, irmão! Em menos do que três horas o mesmo Pedro decepcionará o Senhor profundamente, negando-o três vezes.

Jesus sabia disso. E por causa disso lhe disse:




Compartilhe com seus amigos:
1   2   3


©psicod.org 2019
enviar mensagem

    Página principal