[A vida como ela é] Aquela simpática senhora!


E quando o meu novo amor me perguntou o que eu queria dela, eu me lembrei de Marli e respondi: “- Você! Nada mais!



Baixar 2,07 Mb.
Página90/354
Encontro29.11.2019
Tamanho2,07 Mb.
1   ...   86   87   88   89   90   91   92   93   ...   354
E quando o meu novo amor me perguntou o que eu queria dela, eu me lembrei de Marli e respondi: “- Você! Nada mais!

Hipócrita e preconceituoso

Quantas vezes somos as duas coisas várias vezes ao dia e, por vezes, até mesmo a vida toda! Eu já fui por muitas vezes e tenho minhas recaídas constantes. Só não persisto neste mal imperdoável; mas quem nunca foi preconceituoso que me atire a primeira pedra, a segunda, a terceira e tantas outras.

As minhas caminhadas têm me inspirado a observar o comportamento das pessoas que encontro pelo caminho. Aqueles amigos de antes, mostram-se esquisitos pra caramba; os mais bem sucedidos passam em seus carrões e viram o rosto como se não me conhecessem mais e os mais humildes e menos privilegiados parecem se envergonhar e também negam o seu bom dia tão esperado por mim. Então eu me atrevo a dizer, sob a repreensão de minha mulher que sempre diz e observa que muitos nem respondem. Por isso, agora espero!

Fato curioso foi que hoje eu me pus a refletir sobre a questão de ser rico e ser pobre e cheguei à conclusão que o pobre parece ser mais feliz e menos hipócrita do que o rico. O rico é todo cheio de frescura, enquanto que o pobre ri da própria desgraça que não tem lá muita graça.

O pobre não se envergonha com os vexames que dá em praça pública e nos bares da vida, mas o rico nem tem coragem de soltar a voz e cantar nos botecos após uma rodada de cachaça. Rico é mesmo sem graça; nunca vi rico animar velório como o pobre!

E outra coisa que observei é que as pessoas menos privilegiadas da sociedade é que enfeitam a cidade para o rico ver e se deleitar. Hoje mesmo eu vi que um “amigo” considerado marginal é que estava pintando o meio fio das ruas da cidade e preparando os enfeites natalinos na rua central da nossa querida Maracaí. Os ricos só sabem sujar; isso é verdade e não preconceito. Os ricos pegam a sujeira do fim das festas deles, acondicionam em sacos plásticos, colocam em suas lindas camionetas e depositam às margens da rodovia. Estou farto de ver isso. São uns porcos! Seria isso preconceito? Alguns dirão que sou invejoso! Nem tô!

O ser humano é bizarro! O ser humano é, no mínimo, estúpido e desprezível! Eu me envergonho de ser um humano, mas fazer o quê? Não vou me suicidar por isso! E esses dias uma amiga me comentou dizendo que ama muito mais os animais e que sente muito quando um deles morre. Eu também admiro os animais à medida que passo a conhecer melhor o HOMEM!

Eu “brochei”...

Há dez anos, mais ou menos, eu não sabia dançar e gostava de tomar uns goles. Fui ao baile que acontecia próximo da minha casa e lá tomei algumas cervejas sem, contudo, arriscar uma contradança sequer. Fiquei mesmo só observando e “invejando” os casais que rodopiavam pelo salão e curtindo a minha fossa.

Passavam por mim várias mulheres cheirosas e “gostosas”, mas nenhuma delas me notava. Também eu não sabia dançar e isso afastava as mulheres; acredito que o meu cheiro de cachaça também contribuía para afastá-las de mim.




Compartilhe com seus amigos:
1   ...   86   87   88   89   90   91   92   93   ...   354


©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
santa catarina
Prefeitura municipal
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
Processo seletivo
ensino fundamental
Conselho nacional
terapia intensiva
ensino médio
oficial prefeitura
Curriculum vitae
minas gerais
Boletim oficial
educaçÃo infantil
Concurso público
seletivo simplificado
saúde mental
Universidade estadual
direitos humanos
Centro universitário
Poder judiciário
saúde conselho
educaçÃo física
santa maria
Excelentíssimo senhor
assistência social
Conselho regional
Atividade estruturada
ciências humanas
políticas públicas
catarina prefeitura
ensino aprendizagem
outras providências
recursos humanos
Dispõe sobre
secretaria municipal
psicologia programa
Conselho municipal
Colégio estadual
consentimento livre
Corte interamericana
Relatório técnico
público federal
Serviço público
língua portuguesa