[A vida como ela é] Aquela simpática senhora!


E muitas delas não entendem e eu, regra geral, me dano



Baixar 2,07 Mb.
Página87/354
Encontro29.11.2019
Tamanho2,07 Mb.
1   ...   83   84   85   86   87   88   89   90   ...   354
E muitas delas não entendem e eu, regra geral, me dano.

Mandei uma mensagem pra uma amiga

E nela eu dizia: “Preciso lhe falar! Eu te amo muito”.

Ao anoitecer ela me confessou ter sido seu pior dia,

Pois não conseguiu convencer a sua família que entre nós nada havia.

E não pára por aí as minhas gafes por simplesmente “amar”.

Eu não digo por maldade ou segundas intenções

Digo isso porque sou simpático e adoro alegrar corações,

Mas brincar com o verbo amar, por agora nem pensar!

*Pra ti*

Filhos: como sabê-los sem tê-los?

Se eu tivesse lido Machado de Assis antes de ter um filho, talvez eu pudesse ser um pai melhor. É óbvio que estou feliz por ser pai do meu filho que muita alegria me deu e que muitas dores de cabeça também tem me dado. Todavia, não pensei ser tão complicado educar um filho mesmo porque, Gibran Khalil Gibran, nos alerta que “nossos filhos não são nossos filhos e sim a ânsia da vida por si mesma” e que eles "vêm de nós, através de nós, mas não nos pertencem."

É complicado dizer a ele o quanto eu o amo sem que ele não veja este amor como uma vigilância incontrolada e intromissão na sua vida. Sou um pai preocupado com o bem estar do meu filho único e, às vezes, até reconheço que o sufoco. Entretanto é por amar demais! Confesso que o amo muito.

Ainda hoje ele se exaltou comigo e me disse ser "maior" e que sabe o que está fazendo; é bem verdade que não sabe e disso sabemos muito bem.

Preocupo-me com sua formação educacional, com sua vida afetiva, com seu trabalho, com sua saúde, enfim com o seu bem estar em geral, mas ele vê tudo isso como intromissão.

Eu tenho uma amiga professora em Lins que sempre me dizia: “ Eu adoro crianças no colo das mães delas” e ainda, “Prefiro os cães porque são mais carinhosos e submissos”.

Já o nobre Machado de Assis disse em Memórias Póstumas de Brás Cubas, no capítulo Das Negativas, que: “Não tive filhos, não transmiti a nenhuma criatura o legado de nossa miséria”; eis a derradeira negativa deste capítulo!

Eu amo meu filho José Davi Barbosa Júnior, 20 anos, pianista, clarinetista, violonista, flautista, tecladista, estudante e funcionário de uma indústria sucroalcooleira!




Compartilhe com seus amigos:
1   ...   83   84   85   86   87   88   89   90   ...   354


©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
santa catarina
Prefeitura municipal
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino fundamental
Processo seletivo
terapia intensiva
Conselho nacional
Curriculum vitae
oficial prefeitura
ensino médio
minas gerais
Boletim oficial
Concurso público
educaçÃo infantil
Universidade estadual
seletivo simplificado
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
Poder judiciário
saúde conselho
educaçÃo física
santa maria
Excelentíssimo senhor
Conselho regional
assistência social
ciências humanas
Atividade estruturada
políticas públicas
catarina prefeitura
ensino aprendizagem
Dispõe sobre
outras providências
recursos humanos
secretaria municipal
Conselho municipal
psicologia programa
Colégio estadual
consentimento livre
ResoluçÃo consepe
Relatório técnico
Corte interamericana
público federal
ministério público