[A vida como ela é] Aquela simpática senhora!



Baixar 2,07 Mb.
Página7/354
Encontro29.11.2019
Tamanho2,07 Mb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   ...   354
O Brasil ganhou: e você?

Se você é amante deste espetáculo circense chamado futebol, eu lhe aconselho a não findar a leitura desta crônica porque eu, o cronista, não sou amante deste esporte tão popular e que não agrega valores quaisquer para ninguém, excetuando aos craques da bola e às pessoas que estão ligadas diretamente ao evento circense de grande magnitude que funciona como o ópio de um povo. Circo sem pão, comigo não!

E quando tudo isso passar? Estará o povo preparado para renovar o nosso quadro político e mudar o rumo da nação? Estará o povo com a mesma alegria diante das injustiças diuturnas que sofrem e se esquecerão dos chicotes que açoitam os menos privilegiados da sociedade de maneira brutal e impiedosa? Os nossos alunos terão aulas de cidadania e amor à Pátria muito mais que amor à Seleção Brasileira de Futebol? Eu amo o meu país; eu amo o Brasil, mas não amo a Seleção Brasileira de Futebol por não acreditar que uma vitória dela possa me trazer quaisquer benefícios ou a quem quer que seja.

O que você ganhou com as vitórias da seleção? E agora contra o Chile? O que mudou na sua vida? E se a Seleção Brasileira não passar pela Colômbia? Você vai “surtar”? Sofrerá um infarto? Receberá uma participação “na premiação” que os jogadores ganharão? Não precisará mais trabalhar para garantir o seu sustento e o da sua família? O Neymar e seus companheiros dividirão a fortuna deles com você? Enfim, o que vai mudar na sua vida se a Seleção Brasileira ganhar ou perder a Copa do Mundo? Nunca nada mudou na minha vida desde a Copa de 1970 quando eu tinha apenas 07 anos.

Se para ser popular é preciso que eu vista uma camisa verde e amarela, prefiro continuar vivendo a minha “insignificância”, pois já disse o poeta que: “para ser popular é necessário ser medíocre” (...). Não quero ser mais um a gritar “gol” entre tantos brasileiros anestesiados pela emoção de um ato tão infantil que é ver uma bola de couro (sintético ou não) inflada de ar ultrapassando os limites de uma linha sob as traves a que costumam chamar de gol e ver esta bola tocando a rede ou não desde que ultrapasse totalmente o limite da linha sob o travessão. Isso é ridículo! É patético! É bizarro!

O que você ganhou na tarde de ontem? O que vai ganhar com a vitória ou derrota da Seleção Brasileira? Por favor, convençam-me de que eu sou um “ser bestial”, “uma mula quadrada”, “um ignorante”, “um não patriota”, “um chato”, sei lá; mas me convençam! E está dito!




Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   ...   354


©psicod.org 2019
enviar mensagem

    Página principal