[A vida como ela é] Aquela simpática senhora!



Baixar 1.11 Mb.
Página7/354
Encontro29.11.2019
Tamanho1.11 Mb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   ...   354
O Brasil ganhou: e você?

Se você é amante deste espetáculo circense chamado futebol, eu lhe aconselho a não findar a leitura desta crônica porque eu, o cronista, não sou amante deste esporte tão popular e que não agrega valores quaisquer para ninguém, excetuando aos craques da bola e às pessoas que estão ligadas diretamente ao evento circense de grande magnitude que funciona como o ópio de um povo. Circo sem pão, comigo não!

E quando tudo isso passar? Estará o povo preparado para renovar o nosso quadro político e mudar o rumo da nação? Estará o povo com a mesma alegria diante das injustiças diuturnas que sofrem e se esquecerão dos chicotes que açoitam os menos privilegiados da sociedade de maneira brutal e impiedosa? Os nossos alunos terão aulas de cidadania e amor à Pátria muito mais que amor à Seleção Brasileira de Futebol? Eu amo o meu país; eu amo o Brasil, mas não amo a Seleção Brasileira de Futebol por não acreditar que uma vitória dela possa me trazer quaisquer benefícios ou a quem quer que seja.

O que você ganhou com as vitórias da seleção? E agora contra o Chile? O que mudou na sua vida? E se a Seleção Brasileira não passar pela Colômbia? Você vai “surtar”? Sofrerá um infarto? Receberá uma participação “na premiação” que os jogadores ganharão? Não precisará mais trabalhar para garantir o seu sustento e o da sua família? O Neymar e seus companheiros dividirão a fortuna deles com você? Enfim, o que vai mudar na sua vida se a Seleção Brasileira ganhar ou perder a Copa do Mundo? Nunca nada mudou na minha vida desde a Copa de 1970 quando eu tinha apenas 07 anos.

Se para ser popular é preciso que eu vista uma camisa verde e amarela, prefiro continuar vivendo a minha “insignificância”, pois já disse o poeta que: “para ser popular é necessário ser medíocre” (...). Não quero ser mais um a gritar “gol” entre tantos brasileiros anestesiados pela emoção de um ato tão infantil que é ver uma bola de couro (sintético ou não) inflada de ar ultrapassando os limites de uma linha sob as traves a que costumam chamar de gol e ver esta bola tocando a rede ou não desde que ultrapasse totalmente o limite da linha sob o travessão. Isso é ridículo! É patético! É bizarro!

O que você ganhou na tarde de ontem? O que vai ganhar com a vitória ou derrota da Seleção Brasileira? Por favor, convençam-me de que eu sou um “ser bestial”, “uma mula quadrada”, “um ignorante”, “um não patriota”, “um chato”, sei lá; mas me convençam! E está dito!



Baixar 1.11 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   ...   354




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino fundamental
ensino médio
Processo seletivo
minas gerais
Conselho nacional
terapia intensiva
Curriculum vitae
oficial prefeitura
Boletim oficial
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
Poder judiciário
educaçÃo física
saúde conselho
assistência social
santa maria
Excelentíssimo senhor
Conselho regional
Atividade estruturada
ciências humanas
políticas públicas
outras providências
catarina prefeitura
ensino aprendizagem
secretaria municipal
Dispõe sobre
Conselho municipal
recursos humanos
Colégio estadual
consentimento livre
ResoluçÃo consepe
psicologia programa
ministério público
língua portuguesa
público federal
Corte interamericana