[A vida como ela é] Aquela simpática senhora!


Você é tão importante pra mim!



Baixar 2,07 Mb.
Página347/354
Encontro29.11.2019
Tamanho2,07 Mb.
1   ...   343   344   345   346   347   348   349   350   ...   354
Você é tão importante pra mim!

Isso mesmo! Você é tão importante pra mim na exata medida e proporção que eu sou pra você. Se você que me lê agora e já me detesta de longas datas, eu digo que a recíproca é verdadeira, pois eu sou o seu espelho e se você me acha “feio como uma trombada de caminhão” (como me disse uma leitora apaixonada por mim), o inverso é verdadeiro. Todavia, se você que me lê pela primeira vez e já simpatizar com as minhas mal traçadas linhas, eu lhe garanto que entre nós já nasceu uma relação de coleguismo muito boa.

Eu sou chato e deveria ser chato com “x”, mas eu não cuido da sua vida e aceito as diferenças com naturalidade. Nossa! Eu abomino meninas mulheres fumantes, mas eu mantenho a distância necessária delas para não me sentir incomodado com estas beldades do “sexo frágil” que são (in) felizes escravas do maldito “fumo”. A menina mulher fumante cheira mal; não é discriminação e nem preconceito, é pena mesmo. Tenho tanto dó de pessoas que se deixam escravizar pelos vícios!

Confesso que eu tenho meus “vícios” também, mas eu nunca me senti escravizado por eles até me libertar do alcoolismo há onze anos. Sou viciado em bolos, carne suína, doces, sorvetes, água de coco, menina mulheres fascinantes, brilhantes e inteligentes, mas sempre com muito equilíbrio e sem deixar que me escravizem. Do dinheiro eu nunca fui e jamais serei escravo; nem tenho tanto assim. E tem mais coisas que eu não gosto. Quando eu vejo uma menina mulher ao celular e crianças debruçadas diante da tela de um computador com fones nos ouvidos diuturnamente, isso me dá um arrepio imenso e muito dó.

Ainda a pouco eu passeava pela cidade e vi um garoto polindo a sua moto e ouvindo em alto som uma música típica de “gentinha raia miúda”, com seus cabelos pintados de cores indecifráveis, meio branco e amarelado e dourado, enfim, um verdadeiro carnaval ou então uma alusão à bandeira do movimento GLS. Peço perdões mil, mas eu duvido que a minha intuição falhe; ele não deve ter conteúdo algum dentro daquele cérebro bem ornamentado exteriormente. Não é preconceito, mas visão da realidade. Ou será este garoto uma exceção à regra? Tomara que sim e que eu esteja redondamente enganado.

Portanto, você que me acha chato, amargo, azedo, intragável e algo mais, saiba que eu não me importo nenhum pouco porque eu sei que cada um tem a sua preferência. E esses dias eu li algo engraçado dizendo que o “funk” não chegará jamais às universidades porque, geralmente, todo “funkeiro” morre antes dos 18 anos. Eu ri, mas tem fundamento! Você é tão importante pra mim! A sua opinião a meu respeito é tão preciosa quanto o papel higiênico usado por mim diuturnamente; depois de usado, é claro! Paz e luz!




Compartilhe com seus amigos:
1   ...   343   344   345   346   347   348   349   350   ...   354


©psicod.org 2019
enviar mensagem

    Página principal