[A vida como ela é] Aquela simpática senhora!


Amanhã você brotará ainda mais bela



Baixar 1.11 Mb.
Página292/354
Encontro29.11.2019
Tamanho1.11 Mb.
1   ...   288   289   290   291   292   293   294   295   ...   354
Amanhã você brotará ainda mais bela,

Porque estou certo que seremos dois, minha cinderela!
Nós: Margot & Eu!

ANONIMATO!

Nada contra quem se esconde sob este manto; nem a favor, mas muito pelo contrário. Cada um age como quer e eu sempre vou respeitar as diferenças individuais dos que me cercam e que optaram por se ocultarem sob este manto que me causa espanto e pânico incontroláveis. Para quem se autodeclara um “livro aberto”, viver sob o anonimato é inconcebível e eu jamais me deixaria cobrir por tal vestimenta que acobertaria o lindo ser humano que sou.

Será que alguém poderia me explicar por que certas pessoas optam pelo anonimato? Por que se escondem do mundo e das pessoas? Teriam elas problemas de relacionamento? Ou até mesmo problemas mentais? Ou se acham superiores aos demais seres humanos a ponto de não serem sociáveis? Será que são vítimas dos sete pecados capitais? Ou estariam submissas ao capricho do dinheiro, escravizadas por ele?

Peço a gentileza, se tiver algum poeta (ou poetisa), que seja psicólogo ou psiquiatra ou mesmo estudante de psiquiatria que possa me elucidar tais dúvidas de comportamento tão bizarro do ser humano, eu vou ficar muito grato. Do contrário eu pagarei a um especialista para que me fale um pouco sobre esta mente “insana” que opta por esconder-se. Eu tenho um vizinho assim que desde menino tem um comportamento estranhíssimo e eu o temo; imagino que algum dia ele vai cometer o maior assassinato da história do município. Não sou psiquiatra nem psicólogo, mas o comportamento dele é psicótico. Gostaria de descrevê-lo aqui, mas esta crônica deixaria de ser breve e eu poderia estar expondo o jovem rapaz sem mesmo mencionar o seu nome; jamais menciono nomes, sou discreto.

Será que uma pessoa que vive se escondendo é feliz? O anonimato traz consigo momentos de felicidade? Eu sou feliz como sou porque tenho a graça de ser filho do Dono do Mundo, muito embora ELE declarasse que o SEU reino não é aqui e que tem algo melhor para mim. Será que as pessoas abastadas que vivem no anonimato são felizes? Eu li no perfil de uma poetisa, algo de Fernando Pessoa, que diz em sua essência o seguinte, não exatamente com as mesmas palavras: “o canto dos pobres é alegre e o canto dos ricos é triste”. Verdade indiscutível! Eu era mais feliz quando comia arroz, feijão, ovo, polenta e cabeça de curimbatá que minha mãe trazia das sobras do restaurante que ela trabalhava.

Não sou milionário e não tenho sequer “um milhão” (apenas algumas espigas), e faltam minhas saudosas galinhas; mas eu tenho vários momentos de felicidade porque eu busco a felicidade nas coisas simples do meu dia a dia. Estes “vulcões adormecidos no anonimato” causam-me pânico, horror e pena. Não devem ser pessoas felizes e devem contemplar o próprio umbigo. Vou contratar um psiquiatra imediatamente para conhecer um pouco desta mente insana que habita o corpo destes pobres seres mortais que nós, os “normais”, os autodenominamos “psicopatas” e vivem revestidos deste abjeto manto do ANONIMATO! E está dito!



Baixar 1.11 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   288   289   290   291   292   293   294   295   ...   354




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino fundamental
Processo seletivo
ensino médio
Conselho nacional
minas gerais
terapia intensiva
oficial prefeitura
Curriculum vitae
Boletim oficial
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
Poder judiciário
educaçÃo física
saúde conselho
santa maria
assistência social
Excelentíssimo senhor
Atividade estruturada
Conselho regional
ensino aprendizagem
ciências humanas
secretaria municipal
outras providências
políticas públicas
catarina prefeitura
recursos humanos
Conselho municipal
Dispõe sobre
ResoluçÃo consepe
Colégio estadual
psicologia programa
consentimento livre
ministério público
público federal
extensão universitária
língua portuguesa