[A vida como ela é] Aquela simpática senhora!



Baixar 1.11 Mb.
Página268/354
Encontro29.11.2019
Tamanho1.11 Mb.
1   ...   264   265   266   267   268   269   270   271   ...   354
Tolos ao telefone!

Este aparelho tão inútil para mim e tão útil para milhões de brasileiros, e outros bilhões pelo mundo inteiro, me faz rir com muita frequência em razão das parvoíces dos seus “escravos” humanoides e imbecilizados. Eu nunca tive e jamais terei um objeto tão inútil quanto as TVs que tenho em minha casa; elas desligadas me são muito mais úteis.

Entretanto, o assunto aqui é tolice ao telefone. Esses dias eu andava pela calçada da minha cidade e me deparei com uma menina aos berros falando sozinha sem que eu avistasse o “maldito” celular dela. Eu percebi que ela esta envolvida por fios e nos seus ouvidos pareciam estar plugados alguns desses fios e a “infeliz” dizia palavrões aos quatro ventos e só podia estar brigando com outro (a) idiota do outro lado da linha. Meu Deus! Como pode um aparelho de telefone nos tornar tão medíocres a ponto de nos fazer passar por ridículos e insanos! Abismado!

Outro dia, bem próximo deste local, eu encontrei um senhor já de idade portando seu celular e teclando sem se dar conta de que à sua frente estava um poste. Ele atropelou o pobre poste deixando cair seu objeto de devoção que ficou em pedaços e me parece ter machucado o seu nariz também. Confesso que foi impossível não rir da desgraça do besta que conseguiu salvar seus óculos da queda; menos mal e menos prejuízo. Sem querer ser indelicado, mas o imbecil tinha uma cara de "mané" que eu fiquei a me questionar se ele realmente necessitava possuir um objeto que lhe causou tamanho desconforto e prejuízo naquele momento.

E ainda falando em telefone, eu não costumo passar o número do meu telefone para ninguém que não o mereça ter. Diante da insistência de uma “dita cuja”, eu passei o telefone da funerária da cidade de Maracaí e outro da Delegacia, menos o meu. Ri muito ao ver o e-mail dela me adjetivando de lindos nomes impublicáveis neste espaço.

E agora à tarde me ligou uma voz feminina perguntando: “com quem eu falo?”. E eu educadamente respondi lhe questionando como sempre faço: “com quem você deseja falar?”. E ela insistiu: “com quem eu falo?”. Eu educadamente respondi de modo a não chateá-la com sua pergunta indiscreta: “eu sou o José”. Não estava bom pra ela que novamente me questionou: “José do quê?”. Eu novamente respondi: “José da Silva” e ela com indelicadeza desligou nas minhas fuças e eu estou rindo até agora. Eu sempre me identifico como José; isso mata qualquer mulher, secretária, otário e otária que não sabem como usar corretamente o telefone. E está dito!



Baixar 1.11 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   264   265   266   267   268   269   270   271   ...   354




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino fundamental
Processo seletivo
ensino médio
Conselho nacional
minas gerais
terapia intensiva
oficial prefeitura
Curriculum vitae
Boletim oficial
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
Poder judiciário
educaçÃo física
saúde conselho
santa maria
assistência social
Excelentíssimo senhor
Atividade estruturada
Conselho regional
ensino aprendizagem
ciências humanas
secretaria municipal
outras providências
políticas públicas
catarina prefeitura
recursos humanos
Conselho municipal
Dispõe sobre
ResoluçÃo consepe
Colégio estadual
psicologia programa
consentimento livre
ministério público
público federal
extensão universitária
língua portuguesa