[A vida como ela é] Aquela simpática senhora!


Domingo, 8 de junho de 2014



Baixar 1.11 Mb.
Página261/354
Encontro29.11.2019
Tamanho1.11 Mb.
1   ...   257   258   259   260   261   262   263   264   ...   354

Domingo, 8 de junho de 2014

A Verdade precisa vencer a Mentira!



Pensando bem... Trabalhar para quê?

Só tem um detalhe: Não adianta fazer que nem petralha, que só implora para trabalhar depois que vai preso...
No caso específico da petralhada, talvez seja melhor embarcar na tese de que a preguiça é a mais eficiente dos 7 pecados capitais, já que ela te impede de cometer os outros seis...

http://www.alertatotal.net/...clique aqui e confira!

Alerta Total: editor chefe, Jorge Serrão.

Por sugestão do colega deste espaço, Frei Maltrapilho de Antífona!

Meus caros e fiéis leitores, perdão, mas estou sem palavras e nem necessito delas para expressar a minha indignação enquanto cidadão brasileiro. E está dito!

Saiam da frente do meu sol!

Sinto vontade de dizer isso para muitos que cruzam o meu caminho e ofuscam o brilho do meu sol. Eu me dirijo, nesta reflexão, àquelas pessoas que sempre costumam roubar a luz dos outros para que sejam menos egoístas e deixem os outros curtirem seu lugar ao sol já que a sombra não pertence a todos, mas àqueles que a buscam.

Somos seres sempre insatisfeitos e buscamos a nossa “felicidade” naquilo que por hora nos dá prazer. Se frio eu quero o sol e se calor eu suplico pela brisa suave. Como o preso anseia pela liberdade, assim sou eu, jardineiro ansioso pelo perfume das minhas flores que enfeitam o meu jardim e alegram a minha vida.

Eu tenho procurado amar-me de maneira intensa para não me deixar atingir pela maldade daqueles que me rodeiam e que insistem em me desestabilizar com suas atitudes mesquinhas e estúpidas. Eu tenho me amado muito mais do que ao meu próximo por uma questão de poder obter algo que eu possa distribuir depois. O amor que eu armazeno em mim eu só poderei passá-lo ao meu irmão quando eu estiver pleno e satisfeito, pois não posso dar aquilo que eu não possuo.

Na minha oração matutina eu sempre peço a Deus a graça primeira de me amar o suficiente para poder demonstrar a mim mesmo o quanto o meu amor próprio me basta e me faz feliz. De posse desta certeza eu me sinto mais forte para suportar aquelas pessoas que não amam a si próprias e me são hostis. Antes de amar o meu próximo eu tenho procurado exercitar o meu autoconhecimento.

Reconheço-me muito menos medíocre do que fui há tempos atrás e hoje eu sofro bem menos com a intromissão alheia em minha vida. As quedas me fortaleceram e hoje eu sou capaz de solicitar às pessoas de maneira tranquila e calma a gentileza de saírem da frente do meu sol. A vida tem me ensinado a lidar com os cruéis impostores bem e mal. A certeza de que Deus está comigo diuturnamente me faz um homem menos vulnerável aos medos que antes me aterrorizavam. A vida não mais me assusta tanto e a maturidade dessas minhas inúmeras primaveras vividas me fez o homem forte que hoje eu sou. Por favor, saiam da frente do meu sol! E está dito!



Baixar 1.11 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   257   258   259   260   261   262   263   264   ...   354




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino fundamental
ensino médio
Processo seletivo
Conselho nacional
terapia intensiva
oficial prefeitura
minas gerais
Curriculum vitae
Boletim oficial
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
educaçÃo física
Poder judiciário
saúde conselho
santa maria
assistência social
Excelentíssimo senhor
Atividade estruturada
Conselho regional
ensino aprendizagem
ciências humanas
outras providências
secretaria municipal
ResoluçÃo consepe
políticas públicas
Dispõe sobre
catarina prefeitura
recursos humanos
Conselho municipal
Colégio estadual
conselho estadual
ministério público
consentimento livre
psicologia programa
público federal
Serviço público