[A vida como ela é] Aquela simpática senhora!


Mesmo assim, à solidão, tu me condenas!



Baixar 2,07 Mb.
Página252/354
Encontro29.11.2019
Tamanho2,07 Mb.
1   ...   248   249   250   251   252   253   254   255   ...   354
Mesmo assim, à solidão, tu me condenas!

Eu queria ser o teu travesseiro

E ouvir-te e falar-te como teu bom conselheiro;

Suplicar-te para que tu me ames

E fazer que o fogo do amor em mim inflame!

Reconheço-me incapaz de te fazer me amar,

Por isso te digo adeus nestas derradeiras linhas;

Eu sei que é somente teu o azar

Em não desejar estar entre as flores minhas!

É imperativo esquecer-te!

A mulher ideal!

É aquela com a qual estou

Que comigo vai aonde vou;

A mulher ideal é a minha esposa,

Diferente daquela mulher “mariposa”!

A minha mulher é mais sensual

E como ela não há outra igual;

Ela sabe me conquistar todos os dias

E me traz a paz e muitas alegrias!




Compartilhe com seus amigos:
1   ...   248   249   250   251   252   253   254   255   ...   354


©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
santa catarina
Prefeitura municipal
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
Processo seletivo
ensino fundamental
Conselho nacional
terapia intensiva
ensino médio
oficial prefeitura
Curriculum vitae
minas gerais
Boletim oficial
educaçÃo infantil
Concurso público
seletivo simplificado
saúde mental
Universidade estadual
direitos humanos
Centro universitário
Poder judiciário
saúde conselho
educaçÃo física
santa maria
Excelentíssimo senhor
assistência social
Conselho regional
Atividade estruturada
ciências humanas
políticas públicas
catarina prefeitura
ensino aprendizagem
outras providências
recursos humanos
Dispõe sobre
secretaria municipal
psicologia programa
Conselho municipal
Colégio estadual
consentimento livre
Corte interamericana
Relatório técnico
público federal
Serviço público
língua portuguesa