[A vida como ela é] Aquela simpática senhora!


Mesmo assim, à solidão, tu me condenas!



Baixar 2,07 Mb.
Página252/354
Encontro29.11.2019
Tamanho2,07 Mb.
1   ...   248   249   250   251   252   253   254   255   ...   354
Mesmo assim, à solidão, tu me condenas!

Eu queria ser o teu travesseiro

E ouvir-te e falar-te como teu bom conselheiro;

Suplicar-te para que tu me ames

E fazer que o fogo do amor em mim inflame!

Reconheço-me incapaz de te fazer me amar,

Por isso te digo adeus nestas derradeiras linhas;

Eu sei que é somente teu o azar

Em não desejar estar entre as flores minhas!

É imperativo esquecer-te!

A mulher ideal!

É aquela com a qual estou

Que comigo vai aonde vou;

A mulher ideal é a minha esposa,

Diferente daquela mulher “mariposa”!

A minha mulher é mais sensual

E como ela não há outra igual;

Ela sabe me conquistar todos os dias

E me traz a paz e muitas alegrias!




Compartilhe com seus amigos:
1   ...   248   249   250   251   252   253   254   255   ...   354


©psicod.org 2019
enviar mensagem

    Página principal