[A vida como ela é] Aquela simpática senhora!


Tatu e Chicletão: praça pronta na próxima eleição!



Baixar 2,07 Mb.
Página230/354
Encontro29.11.2019
Tamanho2,07 Mb.
1   ...   226   227   228   229   230   231   232   233   ...   354

Tatu e Chicletão: praça pronta na próxima eleição!



Uma cidade sem uma bela e confortável praça é uma grande desgraça para a sua população, pois o poeta já dizia que: “a praça é do povo como o céu é do condor” (Castro Alves). Mas, infelizmente, os nossos representantes do Executivo Municipal nunca devem ter lido Castro Alves ou talvez a disciplina que mais lhes convêm seja a matemática, para o desespero e infortúnio do povo. Um governo com afinidades na área das exatas certamente não comunga com os princípios daqueles que optam pelas ciências humanas ou biológicas.

Estes “jogadores” que apostam com o dinheiro do povo, certamente têm uma “carta para o lance final” e aqui não é difícil adivinhar qual é esta “carta coringa”. Sabido é que “o que os olhos não veem o coração não sente”, portanto, urge que a praça não fique pronta tão logo e sim no momento exato que for conveniente aos representantes dos poderes Legislativo e Executivo de Maracaí.

Não é o momento de oferecer “pão e circo” a este povo faminto de lazer, cultura, educação, saúde, infraestrutura, etc. O povo precisa ser “presenteado” às vésperas das eleições para não se esquecer de quem está no poder e recolocá-lo (s) de volta. O povo que se diz “proprietário da voz de Deus” nunca tem e jamais terá voz diante daqueles que foram eleitos por este mesmo povo que se deixa iludir por promessas eleitoreiras e acreditam em slogans de campanha que não representam a real verdade dos políticos que a utilizam.

Esses meninos “astutos” que se elegeram ostentando o slogan “RENOVAÇÃO JÁ” não desejam que esta renovação seja imediata, pois sabem que precisaram ganhar tempo para não perderem as próximas eleições. Reconstruir a tão desejada e sonhada praça da matriz não é interessante neste momento; afinal, as eleições municipais ainda estão distantes. É preciso alimentar esta esperança do povo até o derradeiro momento e só então realizar obras de vulto bem próximo ao período eleitoral. O povo tem memória fraca, e reconstruir praça agora significa perder muitos votos por ocasião das eleições municipais.

Este povo acostumado com shows pirotécnicos, que veem seus dinheiros “queimados” por ocasião das festas natalinas, réveillons e durante as campanhas eleitorais, devia estar mais atento para os pequenos detalhes da vida política do município e exigir mudanças drásticas no trato com o dinheiro público. Eu me cansei de ser um “espinho solitário” a espetar e alfinetar pessoas ligadas à política, tanto que nem sou mais ouvido e em contrapartida nenhum “espertalhão” será eleito com o meu precioso voto em quaisquer esferas. Deixo que estes eleitores incautos, medíocres, semialfabetizados e imbecilizados façam as suas escolhas e comam a ração que lhes for servida. Eca! Tenho nojo de políticos! Não faço, nunca fiz e jamais farei parte de qualquer “facção ou súcia política”; escrevo como um simples cidadão! E está dito!




Compartilhe com seus amigos:
1   ...   226   227   228   229   230   231   232   233   ...   354


©psicod.org 2019
enviar mensagem

    Página principal