[A vida como ela é] Aquela simpática senhora!


Perdoa a minha indiscrição!



Baixar 2,07 Mb.
Página217/354
Encontro29.11.2019
Tamanho2,07 Mb.
1   ...   213   214   215   216   217   218   219   220   ...   354
Perdoa a minha indiscrição!

Eu reconheço que não fui mal educado, mas “indiscreto” o suficiente para me retratar nestas poucas linhas. Curioso foi constatar a “sutileza” dela em não me “apedrejar” pelo que eu lhe escrevi de maneira sincera, respeitosa e verdadeira. Se ela fosse “uma poetisa qualquer” e não a brilhante poetisa que eu muito admiro, certamente teria me execrado publicamente diante dos elogios tecidos a ela, mas gente fina e educada é outra coisa.

Diante dos seus sempre belos textos eu acabei me empolgando na leitura de um deles e propus a ela que me fosse permitido “beijar os seus pés ou ao menos pisar o solo sagrado que ela pisa”. Todos estão fartos de saber que o meu “calcanhar de Aquiles”, o meu “ponto fraco”, enfim, a minha vulnerabilidade é o contato com mulheres finas, inteligentes, cultas e educadas. Daí eu me perdi e fui com muita sede ao pote dizendo palavras gentis e respeitosas a ela, mas impublicáveis. Ela deve ter tido as razões dela para não publicar e eu entendo que fui um “trapalhão”. Devia ter sido mais comedido.

O que mais me espantou foi a reação dela em não me “apedrejar” como muitas, certamente, fariam. Ela passeou pela minha escrivaninha, leu várias crônicas minhas e no meu contato até brincou comigo dizendo me achar mais um “papillon” do que um “presidiário”; eu, borboleta-macho? Pois bem, aqui está registrado o meu pedido de escusas à colega poetisa e prometo que serei mais comedido nos meus comentários.

Você sabe o quanto eu admiro seus escritos sempre muito bem elaborados, seu indiscutível conhecimento, sua delicadeza, sua simplicidade e sua cumplicidade com a arte literária. Estou ainda mais radiante diante da sua beleza exterior, interior e simpatia ímpar. Você é fantástica, é diferente, é chique, é inteligente e muito mais que isso, é gente! E está dito!




Compartilhe com seus amigos:
1   ...   213   214   215   216   217   218   219   220   ...   354


©psicod.org 2019
enviar mensagem

    Página principal