[A vida como ela é] Aquela simpática senhora!



Baixar 1.11 Mb.
Página191/354
Encontro29.11.2019
Tamanho1.11 Mb.
1   ...   187   188   189   190   191   192   193   194   ...   354
O Folgado!

Isso que vou narrar aconteceu há poucos dias e me deixou muito irritado, pois bem sei que o ser humano é folgado. Difícil é aquele que não gosta de tirar proveito das situações e se dar bem em tudo.

Recebi em minha casa um sobrinho do sítio que precisava ficar uns dias aqui na cidade para resolver alguns assuntos seus; por uns 07 dias, disse-me ele. Eu já não fiquei muito satisfeito diante das recomendações que tive a respeito dele, de que era muito enjoado e metido a rico. Constatei que se tratava de um menino muito vaidoso, 17 anos, calado, “um besta” culturalmente falando, mas cheio de vaidades próprias da adolescência; boné na cabeça, celular que não parava de tocar, usava perfume caro do Boticário, etc.

Esta primeira observação me fez refletir como ele poderia dar-se ao luxo de tanta mordomia se o seu pai não é rico e ainda me deve uma grana há dois meses e não me paga; 300 reais. Depois fiquei sabendo que o dito cujo é financiado pela irmã mais velha que se separou recentemente do marido. Enfim, ele é um menino mimado que todos bajulam e fazem os seus gostos.

No primeiro dia em minha casa, eu quis saber se ele preferia ovo frito ou mexido com cebola; que delícia! Ele me respondeu que não comia nem “ovos de ouro”, quanto mais mexidos com cebola; “eca”! Perguntei em seguida se preferia feijão branco ou preto, ao que me respondeu não comer feijão e que seu prato predileto era carne. Logo quis saber se comia frango ou peixe? À primeira ele disse ser comida de doente e à segunda disse ter cheiro de barro e isso lhe causava ânsia só de pensar. E acrescentou dizendo que gostava mesmo era de carne bovina com arroz e uma bela macarronada com um molho bem vermelho e suculento. E que carne ele comia de todo e qualquer jeito; cozida, assada ou frita.

Mal sabia ele que aqui em casa a gente come pouca carne bovina, pois a minha mulher prefere frango e eu não abro mão do meu peixe “cheirando barro” ou não. Só o meu filho é que come carne bovina, mas ele dificilmente come em casa, somente aos fins de semana. Ele almoça na empresa onde trabalha.

Por fim, chegada a hora do almoço eu servi a mesa com o que tínhamos: arroz, feijão, ovos mexidos com cebola, farinha, salada de beterraba, salada de tomate, frango ao molho com batatas, peixe ao molho e nada mais além do refrigerante. E como a minha visita só comia carne bovina, percebi que ele não gostou muito do cardápio e comeu somente arroz e um pedaço de frango. Bebeu em seguida dois copos enormes de coca-cola dizendo ser seu único refrigerante, já que os outros não agradam seu precioso paladar.

Em síntese, fiz de tudo pra que ele não ficasse os terríveis longos 07 dias em minha casa e consegui. No quinto dia ele já estava se habituando a comer frango. Quando ele me anunciou que iria embora ao dia seguinte, aí então comprei algumas suculentas bistecas (chuletas) para assarmos em comemoração à sua despedida. Eu como carne bovina somente assada na brasa.



Baixar 1.11 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   187   188   189   190   191   192   193   194   ...   354




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino fundamental
ensino médio
Processo seletivo
Conselho nacional
terapia intensiva
oficial prefeitura
minas gerais
Curriculum vitae
Boletim oficial
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
educaçÃo física
Poder judiciário
saúde conselho
santa maria
assistência social
Excelentíssimo senhor
Atividade estruturada
Conselho regional
ensino aprendizagem
ciências humanas
outras providências
secretaria municipal
ResoluçÃo consepe
políticas públicas
Dispõe sobre
catarina prefeitura
recursos humanos
Conselho municipal
Colégio estadual
conselho estadual
ministério público
consentimento livre
psicologia programa
público federal
Serviço público