[A vida como ela é] Aquela simpática senhora!


O ser humano é uma comédia!



Baixar 2,07 Mb.
Página190/354
Encontro29.11.2019
Tamanho2,07 Mb.
1   ...   186   187   188   189   190   191   192   193   ...   354
O ser humano é uma comédia!

Estou farto de presenciar a estupidez humana e fico a imaginar o quanto de coisas bizarras ainda hei de ver, caso eu não morra tão logo. Diuturnamente, seja ao vivo, pela TV ou através dos noticiários, são enxurradas de bizarrices a invadir minha vida.


E quando eu vejo o povo clamando por Justiça diante das inúmeras injustiças que assolam a humanidade, eu fico ainda mais perplexo. Como pode o homem desejar que outro homem faça Justiça acerca de qualquer situação? Jamais. O homem é um mero “aplicador das leis” e assim as aplica de acordo com as suas conveniências. Nenhum Magistrado, Promotor, Delegado, Padre, Papa, bispo, Pastor, Macumbeiro, Cachaceiro, Puta, Travesti, etc., fará Justiça de nada. Caramba! Não sejamos hipócritas. O máximo que esta “gentinha” poderá fazer é aplicar as leis conforme lhes convém. Só o JUSTO poderá fazer JUSTIÇA; logo, somente DEUS!

O mundo é um inferno e as pessoas são verdadeiros "demônios". As Escrituras Sagradas dão conta de ratificar o que eu digo, pois o próprio Cristo afirma que o Seu Reino não é aqui. Tanto que o Satanás LHE oferece o mundo (seu reino) em troca da sua adoração. O mundo pertence a “este filho de chocadeira que cheira a enxofre e chifre queimado”.

Portanto, foi preciso que eu caminhasse longos 46 quilômetros nesta estrada da vida pra que eu pudesse chegar a esta desastrosa e infeliz conclusão de que eu habito um mundo cão e do “cão”! O ser humano só tem a imagem e semelhança de Deus; o resto é herança do “filho de chocadeira”. O ser humano é mau. O homem não nasce mau, mas “a sociedade o corrompe e o deprava”, como já afirmou o renomado escritor e filósofo francês Jean-Jacques Rousseau.

Eu não acredito no homem enquanto alguém bom e solidário, mas com “lampejos” de bondade e solidariedade diante das grandes calamidades públicas e por ocasião das festas natalinas. O ser humano só se dobra diante da dor, da fome, da miséria, da ausência de Deus em suas vidas, da desgraça iminente, da violência contra si e de todos os demais tipos de sofrimentos.

Basta dar ao ser humano o poder, alguns tostões, saúde, um belo carro, mordomias mil, sexo, futebol, carnaval, pão e circo e etc., para que ele se sinta um “demônio” e não “deus”, pois se sentisse Deus faria o bem ao seu próximo e o amaria como a si mesmo. E está dito!




Compartilhe com seus amigos:
1   ...   186   187   188   189   190   191   192   193   ...   354


©psicod.org 2019
enviar mensagem

    Página principal