[A vida como ela é] Aquela simpática senhora!



Baixar 2,07 Mb.
Página164/354
Encontro29.11.2019
Tamanho2,07 Mb.
1   ...   160   161   162   163   164   165   166   167   ...   354
Sentir saudades!

É comum me bater um banzo nos dias chuvosos que me faz sentir deprimido e saudosista demais. Os dias chuvosos me entristecem sobremaneira por sentir a ausência do brilho do sol e por estar impedido de sair à vontade pela rua.

Todavia, a lembrança dos meus amores é tão intensa que me pego chorando de saudades. Aí então eu busco consolo nos meus CDs de músicas francesas e italianas, sempre acompanhados de um espumante ou mesmo uma cerveja.

Ainda ontem choveu o dia todo aqui e eu me pus a pensar em todas as mulheres pelas quais eu me senti “apaixonado”. Têm algumas que são inesquecíveis e entre elas está você, minha mulher menina.

O seu sorriso, o seu corpo, o seu falar, o seu andar, o seu olhar trigueiro e ligeiro não saem da minha imaginação. Pensar em você é imperativo em todos os dias chuvosos. Não que eu não pense nos demais dias, mas quando chove é inevitável.

Ah! Como é bom viver boas recordações e sonhar com um breve (re) encontro com a pessoa amada. Mas quando ela não está mais entre nós, aí é muito triste e desolador.

Eu não passei pela vida sem ter tido grandes amores, isso eu posso dizer com propriedade. É bem verdade que ainda sinto a falta da minha “italianinha”, mas sei que valeu a pena enquanto durou. E bem sei que amores vão e vêm, assim como as amizades.

Entretanto, neste momento sinto saudades suas e se, porventura, você passear seus lindos olhos por tais linhas, verá que é de você que falo minha amável mulher menina.

Mesmo proibido, sei que o nosso amor jamais morrerá e que você sabe muito bem o quanto eu lhe amo. Ainda ontem chorei com a chuva a sua ausência. Sinto sua falta! Beijos! Amo você!




Compartilhe com seus amigos:
1   ...   160   161   162   163   164   165   166   167   ...   354


©psicod.org 2019
enviar mensagem

    Página principal