[A vida como ela é] Aquela simpática senhora!


Busque a sua felicidade, minha amada amiga! Estou torcendo por você!



Baixar 1.11 Mb.
Página160/354
Encontro29.11.2019
Tamanho1.11 Mb.
1   ...   156   157   158   159   160   161   162   163   ...   354
Busque a sua felicidade, minha amada amiga! Estou torcendo por você!

Preconceito!

Ele é meu amigo e tenho por ele admiração profunda, muito embora eu o considere um frustrado, pobre de espírito e preconceituoso; já disse isso a ele com muito jeitinho para não lhe despertar a ira. A nossa amizade permite isso.

Ele está sempre argumentando de maneira “quase convincente” de que os ricos são mesmo uns merdas. Às vezes ele até me convence com o seu discurso leviano e preconceituoso.

Contou-me ele que certa vez foi comprar um par de sapatos pra sua esposa na companhia dela numa loja chique em Assis e que presenciou uma senhora experimentando dezenas de pares de sapatos, sandálias, botinhas, etc. Ele ficou só a observar a atitude da “gastadora compulsiva” pra ver se ela levaria todos; não levou. Mas levou mais de 20 pares ao todo e pagou à vista.

Ele me quis fazer acreditar que aquela senhora é uma pessoa doente, que não precisava de tantos calçados, que é uma descontrolada, que não é uma “centopéia”, que tem apenas dois delicados pezinhos, etc. Para que tantos sapatos se ela só poderá usar um par de cada vez. E ainda finalizou dizendo que são os ricos que inflacionam o mercado.

E se não bastasse isso, perguntou-me se eu assisto novela. Eu disse que não. Aí ele completou; pois bem, lá tem uma moça “tetraplégica” que recebe carinhos da família o tempo todo de uma maneira “tão falsa” que passa a idéia de que ricos gostam mesmo de ficar ao lado de doentes. Pura mentira! Ricos odeiam pobres e doentes, antes pagam pra que outros cuidem dos seus doentes. E novela é uma enganação estapafúrdia, pois ali ninguém trabalha e só vivem numa boa nos bares da vida. Todo mundo se dá bem, ninguém se ferra, não faz nada, etc.

E continuou... Os ricos são frescos e nojentos! Eles esbanjam dinheiro, mas não porque são “bonzinhos” e gostem de gastar. Eles são miseráveis, munhecas, mãos fechadas e pagam muito mal seus empregados. Eles valorizam o próprio umbigo. E quando você se deparar com alguém muito rico é porque alguém ficou muito pobre.

E ainda extrapolou ao afirmar que nem o próprio JESUS CRISTO se encantou com os ricos porque eles são mesmos repulsivos e citou a passagem bíblica de São Marcos 10, 17-30 onde diz que: “É mais fácil um camelo passar pelo buraco de uma agulha do que um rico entrar no Reino de Deus”!

Percebi que o amigo tem aversão aos ricos tanto quanto eu aos militares. Todavia eu concordo em partes com ele, pois há ricos e pobres insuportáveis. Entretanto não generalizo, mas a proporção de ricos “insuportáveis” é bem maior. Eles se sentem “deuses” e acreditam demasiadamente no poder do dinheiro.

A propósito, eu ouvi um depoimento de um sobrevivente do terremoto do Haiti afirmando que neste momento eles nada poderão fazer com dinheiro, antes preferem água e alimentos. E a Campanha da Fraternidade deste ano abordará justamente este tema, já que ninguém pode servir a Deus e ao dinheiro.

Radicalismos à parte, eu ouvi o amigo porque tenho ouvidos e gosto de vê-lo expondo seus argumentos “quase sempre convincentes”. Ele não falou por mal e nem eu escrevo com tal intenção, pois ricos e pobres são imprescindíveis um ao outro como são o sol e a lua, o frio e o calor, etc.



Baixar 1.11 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   156   157   158   159   160   161   162   163   ...   354




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino fundamental
ensino médio
Processo seletivo
minas gerais
Conselho nacional
terapia intensiva
Curriculum vitae
oficial prefeitura
Boletim oficial
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
Poder judiciário
educaçÃo física
saúde conselho
assistência social
santa maria
Excelentíssimo senhor
Conselho regional
Atividade estruturada
ciências humanas
políticas públicas
outras providências
catarina prefeitura
ensino aprendizagem
secretaria municipal
Dispõe sobre
Conselho municipal
recursos humanos
Colégio estadual
consentimento livre
ResoluçÃo consepe
psicologia programa
ministério público
língua portuguesa
público federal
Corte interamericana