[A vida como ela é] Aquela simpática senhora!



Baixar 2,07 Mb.
Página144/354
Encontro29.11.2019
Tamanho2,07 Mb.
1   ...   140   141   142   143   144   145   146   147   ...   354
Abraços!

O último dia!

Eu quero viver este meu último dia como se fosse mesmo o último de todos os já vividos por mim e não somente por ser o último dia do ano de 2009. Quero vivê-lo intensamente sem retrospectiva, pois não quero me lembrar dos dissabores vividos no decorrer deste “feliz ano velho”.

Até parece uma incoerência a afirmação acima, mas foram exatamente os dissabores que fizeram com que este meu ano fosse mais emocionante porque eu superei os desafios que me foram apresentados.

Por isso este último dia tem um sabor de vitória e eu desejo vivenciá-lo com muita sobriedade para curtir a deliciosa sensação do dever cumprido, viver a alegria de saber que o amanhã será o reinício de uma nova etapa de vida.

Mas se este fosse de fato o meu último dia de vida, eu iria desejar vivê-lo intensamente em paz comigo mesmo e me preparar para o grande encontro com o Mestre. Pois, se a vida é mesmo uma “ilusão”, eu iria desejar ir ao encontro da realidade. Seria a morte uma realidade?

A vida é passageira, efêmera, e isso me faz acreditar que a grande “Verdade” não está aqui quando penso na afirmação de Jesus cristo ao dizer que: “EU SOU O CAMINHO, A VERDADE E A VIDA”.

Acredito sinceramente que a vida é uma fase de transição para a grande “Verdade” que nos aguarda numa realidade posterior. As ilusões aqui vividas são fúteis e a cada instante caminhamos rumo à morte, quer queiramos ou não. A morte é a nossa única certeza e espera por nós pacientemente sem se desesperar. Ela é o nosso prêmio maior.

Portanto, este meu último dia tem um sabor especial porque em algumas horas eu morrerei junto com 2009 e renascerei em 2010 como os “milagres” de todos os dias. Somos um constante morrer e renascer até o dia em que encontrarmos “O CAMINHO, A VERDADE E A VIDA”. Aí então não mais morreremos!

Fim de festa!

Quando termina a festa, a gente fica com “cara de ué...”; pois é. Fim de festa é muito triste. A ressaca e o cansaço são situações que ninguém merece! Eu até me lembrei daquele ditado popular que pra não se ter ressaca é aconselhável manter-se bêbado.




Compartilhe com seus amigos:
1   ...   140   141   142   143   144   145   146   147   ...   354


©psicod.org 2019
enviar mensagem

    Página principal