A psicologia é simultaneamente uma das ciências mais antigas e uma das mais recentes



Baixar 70,45 Kb.
Página9/9
Encontro04.03.2018
Tamanho70,45 Kb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9
John Watson

Para Watson a psicologia tinha de ser objetiva o que significava rejeitar a psicologia mentalista praticada por Wundt.

Watson queria tornar a psicologia uma área científica.


Objeto de estudo:

Watson propõe que a psicologia estude o comportamento (behaviour), que define como o conjunto de respostas objetivamente observáveis que o organismo executa face a estímulos também objetivamente observáveis.


Método de estudo:

Como ciência do comportamento, a psicologia deve cingir-se, exclusivamente, ao binómio situação-reação (S - R).



Situação - Estímulos objetivamente observáveis

Reação – Respostas objetivamente observáveis

A ligação S – R processa-se de modo mecânico o que lhe permite fazer uma interpretação causalista do comportamento e, consequentemente, elaborar leis explicativas do mesmo.

As leis behavioristas pretendiam:


  • Perante um estímulo, prever a reação subsequente

  • Perante uma resposta, determinar o estímulo que a desencadeou

Watson chega às suas conclusões através da experimentação animal, considerando que a sequência estimulo-resposta se processa de modo automático. Esta conceção mecânica do comportamento é generalizada ao ser humano, cujas condutas seriam adquiridas segundo processos de condicionamento.

Condicionamento – O que vai influenciar e impor condições. As nossas relações podem ser moldadas face a estímulos. Condiciona-se a personalidade através de vivências e do meio.

Watson subestima a interferência de fatores inatos, como a hereditariedade, a tese nuclear do behaviorismo acerca da formação do ser humano advoga que os estímulos externos são os responsáveis pelo comportamento, pelo que será possível controlar o comportamento humano manipulando as situações do meio ambiente.



Assim, o behaviorismo ou comportamentalismo pressupõe um conjunto de aspetos partilhados com o espírito positivista e que, fundamentalmente, são os seguintes:

  • Só na condição de ser totalmente objetiva é que na psicologia se pode arrogar o direito de possuir estatuto de ciência

  • Só é possível a objetividade com a introdução de um novo paradigma de trabalho: em vez da mente, o comportamento

  • Por não serem observáveis, os processos mentais não fazem parte do objeto da psicologia

  • O comportamento reduz-se a respostas objetivamente observáveis como reação a estímulos igualmente observáveis

  • Entre situação e reação há relações mecânicas, determinadas quantitativamente, as quais permitem chegar a leis de comportamento

  • As leis behavioristas da psicologia vão permitir prever e controlar os comportamentos

  • Não há diferença entre a psicologia animal e humana (unificação da psicologia)

  • À semelhança das demais ciências, a psicologia deve usar a experimentação, método capaz de levar a conclusões generalizáveis.



Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8   9


©psicod.org 2017
enviar mensagem

    Página principal