A organizaçÃo das cátedras na faculdade católica de filosofia de sergipe (1951-1968)



Baixar 187,03 Kb.
Página1/5
Encontro11.10.2018
Tamanho187,03 Kb.
  1   2   3   4   5

A ORGANIZAÇÃO DAS CÁTEDRAS NA FACULDADE CATÓLICA DE FILOSOFIA DE SERGIPE (1951-1968)
João Paulo Gama Oliveira (Mestrando em Educação/UFS/Bolsista CAPES/DEHEA)

jpg_oliveira@yahoo.com.br

Eva Maria Siqueira Alves (DED/NPGED/UFS/DEHEA)

evas@ufs.br
Palavras-chave: Faculdade de Filosofia; Cátedras; Ensino Superior.
O objetivo principal do presente texto concerne em investigar a organização do regime de cátedras na Faculdade Católica de Filosofia de Sergipe (FCFS), no período de 1951-1968, sendo o primeiro relacionado ao começo das atividades na instituição e o último quando o regime de cátedras é extinto do país e a faculdade é integrada a Universidade Federal de Sergipe (UFS).

Na FCFS o sistema de cátedras possuía suas especificidades até mesmo por tratar de uma instituição mantida pela Igreja Católica e com um restrito corpo docente. Tais peculiaridades são perscrutadas por meio de fontes como o regimento da instituição, atas da congregação e do conselho técnico administrativo, depoimentos orais entre outros vestígios do passado em foco na busca de vislumbrarmos como essas foram distribuídas naquela faculdade católica.

Antes de adentrarmos mais especificamente nas questões relacionadas as cátedras em si, discutimos alguns aspecto referentes a estudos mais pontuais que tratam do ensino superior. Dentre eles destacamos o pioneiro trabalho de Bontempi Júnior (2001), que versa sobre a cadeira de História e Filosofia da Educação da USP entre as décadas 1940 e 1960, como também a dissertação de Rozante (2008) sobre a Revista de Pedagogia da Cadeira de Didática Geral e Especial da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras (FFCL) da USP (1955-1967). Além destes, salientamos também a pesquisa de Oliveira (2009) a respeito da disciplina Cálculo na Licenciatura em Matemática da UFS entre os anos de 1972 e 1990.

Em Sergipe, os estudos da História do Ensino Superior têm crescido nos últimos anos1. Os primeiros cursos superiores que conseguiram lograr êxito2 em terras sergipanas somente surgiram depois de 1940, a saber: Economia (1948), Química (1950), Faculdade de Direito (1950), Faculdade Católica de Filosofia de Sergipe (1951), Faculdade de Serviço Social (1954) e Faculdade de Ciências Médicas (1961)3.

A FCFS, única instituição superior dentre as faculdades citadas, que oferecia mais de um curso, concentrou a formação acadêmica dos primeiros professores do estado. Para além dessa formação, é notório que alguns intelectuais4 sergipanos da segunda metade do século XX frequentaram a “antiga FAFI”. Seus cursos somavam-se a dezenas de cursos semelhantes espalhados pelo país desde a década de 30 do século XX, com o objetivo de formar professores especializados nessas áreas do saber, ainda em consolidação nesse período.

Mantida e organizada pela Igreja Católica, contando com o apoio de intervenções estaduais, da prefeitura de Aracaju-SE, liderados na figura do padre Luciano José Cabral Duarte5 a FCFS contribuiu não só para a formação de professores do ensino secundário e normal, seu principal propósito, mas abriu caminhos para pesquisas em novas áreas do saber em Sergipe, além de contribuir para a especialização de professores dentro e fora do país, constituindo-se como uma das bases das ciências humanas em solo sergipano. Mas, como a FCFS estava organizada?




: novo -> congressos -> cbhe6 -> anais vi cbhe -> conteudo -> file
file -> História das ideias pedagógicas: contribuiçÕes da psicologia histórico-cultural e da pedagogia histórico-crítica para o ensino de crianças pequenas
file -> Nova leitora
file -> A semiologia do escolar construída pelo dr. Ugo pizzoli
file -> Um livro proveitoso para a mocidade estudiosa da belém do pará no começo do século XX: alma e coraçÃO
file -> A escrita da História da Educação no Brasil: formando professores
file -> A psicologia Tradicional e o espontaneísmo na educação de crianÇas menores de 03 anos: uma análise dos Documentos Oficiais norteadores da Educação Infantil no Brasil (1998-2006)
file -> História da escola normal de natal (rio grande do norte, 1908-1971)
file -> Cláudia Maria Mendes Gontijo2
file -> O grêmio das Violetas, a Cruz Vermelha Paranaense e as discussões sobre a saúde infantil


Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5


©psicod.org 2017
enviar mensagem

    Página principal