A historiografia brasileira da literatura inglesa: uma história do ensino de inglês no Brasil (1809-1951)



Baixar 0.52 Mb.
Página1/64
Encontro15.08.2018
Tamanho0.52 Mb.
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   64

Luiz Eduardo Meneses de Oliveira


A HISTORIOGRAFIA BRASILEIRA DA LITERATURA INGLESA:

uma história do ensino de inglês no Brasil (1809-1951)

Dissertação apresentada ao curso de Teoria

Literária do Instituto de Estudos da Linguagem da Universidade Estadual de Campinas como requisito parcial para obtenção do título de Mestre em Teoria Literária.

Orientadora: Prof.ª Dr.ª Marisa Philbert Lajolo


Unicamp


Instituto de Estudos da Linguagem

1999



FICHA CATALOGRÁFICA ELABORADA PELA BIBLIOTECA IEL - UNICAMP

OL4h
Oliveira, Luiz Eduardo Meneses de

A historiografia brasileira da literatura inglesa: uma história do ensino de inglês no Brasil (1809-1951) / Luiz Eduardo Meneses de Oliveira. – Campinas, SP: [s.n.], 1999.
Orientador: Marisa Lajolo

Dissertação (mestrado) – Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Estudos da Linguagem.


1. Literatura – história e crítica. 2. Literatura Inglesa – história e crítica. 3. Língua Inglesa – estudo e ensino. 4. Educação – Brasil – história – 1809-1951. I. Lajolo, Marisa. II. Universidade Estadual de Campinas. Instituto de Estudos da Linguagem. II. Título.

Não é pequeno o serviço de ajuntar o disperso, abreviar o longo, e afastar o seleto.
MACEDO – Eva e Ave*


Esta dissertação é dedicada a minha tia, também professora, Avani Andrade Almeida, sem a qual não teria sido possível a sua realização.

AGRADECIMENTOS

Primeiramente, gostaria de agradecer a todos os meus professores de literatura do curso de Letras da Universidade Federal de Sergipe, durante o período em que estudei na referida instituição: Socorro de Maria Rufino Oliveira (Português Básico, Teoria da Literatura II e Literatura Brasileira II); Maria Matildes dos Santos (Teoria da Literatura I e Literatura Brasileira I), Rina Azariah B. Nunes (Literatura Inglesa I e II), Clodoaldo de Alencar Filho (Literatura Norte-Americana I e II), Maria Giovanni dos Santos Mendonça (Literatura Portuguesa I e II), Antonio Carlos Mangueira Viana (Literatura Brasileira V), José Costa Almeida (Literatura Brasileira IV) e Francisco José Costa Dantas (Literatura Brasileira III).

À professora Socorro de Maria Rufino Oliveira, especialmente, minha principal interlocutora sobre assuntos literários nos meus tempos de estudante.

Ao professor José Costa Almeida, especialmente, por ter me incentivado a prestar o concurso para a cadeira de Literatura Inglesa da Universidade Federal de Sergipe, em 1994.

À professora Maria Lúcia Dal Farra (Letras-UFS), por ter sido a primeira leitora-orientadora do meu projeto de pesquisa, idéia inicial da presente dissertação.

Ao Professor Antonio Ponciano Bezerra (Letras-UFS), por ter me incentivado a fazer o curso de mestrado da Unicamp.

Aos meus professores de literatura do curso de mestrado da Unicamp: Marisa Lajolo (Problemas de História Literária), Alcides Villaça (Crítica I), Vilma Sant’Anna Arêas (Movimento Literário I), Maria Eugênia da Gama Alves Boaventura Dias (Seminários de Pesquisa I) e Paulo Elias Allane Franchetti (Movimento Literário II).

Ao Professor Francisco José Alves dos Santos (História-UFS), pelas preciosas dicas a respeito das normas acadêmicas.

À bibliotecária-chefe da Biblioteca Municipal Mário de Andrade (São Paulo) Muriel Scott, por ter me auxiliado em minha pesquisa no acervo de obras raras da referida instituição.

Ao professor Carlos Daghlian (Letras-Unesp-São José do Rio Preto), presidente da ABRAPUI (Associação Brasileira dos Professores Universitários de Inglês), por ter me incentivado a participar do Senapulli (Seminário Nacional dos Professores Universitários de Literaturas de Língua Inglesa) no início da minha carreira docente na Universidade Federal de Sergipe.

À professora Munira H. Mutran (Letras-USP), por ter conversado muito gentilmente comigo a respeito do meu projeto, antes mesmo de ser convidada a compor a banca examinadora da presente dissertação.

À professora Maria Thetis Nunes (História-UFS), por ter me esclarecido muitas coisas a respeito da história da educação brasileira e sergipana, nos seus livros e numa entrevista concedida em sua residência.

E, “last but not least”, à minha professora e orientadora Marisa Lajolo, por ter se interessado pelo meu projeto e aceitado me orientar, me emprestando um pouco de sua enorme experiência como escritora e pesquisadora.


Baixar 0.52 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   64




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino fundamental
Processo seletivo
ensino médio
Conselho nacional
minas gerais
terapia intensiva
oficial prefeitura
Curriculum vitae
Boletim oficial
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
Poder judiciário
educaçÃo física
saúde conselho
santa maria
assistência social
Excelentíssimo senhor
Atividade estruturada
Conselho regional
ensino aprendizagem
ciências humanas
secretaria municipal
outras providências
políticas públicas
catarina prefeitura
recursos humanos
Conselho municipal
Dispõe sobre
ResoluçÃo consepe
Colégio estadual
psicologia programa
consentimento livre
ministério público
público federal
extensão universitária
língua portuguesa