A formaçÃo continuada em relatos de professores da educaçÃo básica



Baixar 60.5 Kb.
Página1/4
Encontro16.09.2018
Tamanho60.5 Kb.
  1   2   3   4



FORMAÇÃO CONTINUADA E PRÁTICA DOCENTE NA EDUCAÇÃO BÁSICA: OS IMPASSES PARA A CONCRETIZAÇÃO DE UMA PROPOSTA DE FORMAÇÃO CENTRADA NA ESCOLA
Sônia de Jesus Nunes Bertolo – UFPA



  1. INTRODUÇÃO

Nas duas últimas décadas do século XX, no Brasil, viu-se proliferar um movimento social e cultural que deu vida a diversas iniciativas de renovação pedagógica, cuja materialidade, nos contextos escolares, se notabilizou com a introdução de inovações no âmbito das práticas curriculares e didáticas — identificados pela ressignificação dos tempos-espaços de aprendizagem, pelos mecanismos de avaliação emancipatória e no investimento na formação continuada dos professores. Essas iniciativas que, no Brasil, receberam, a partir dos contextos em que foram implantadas, diversas denominações como, por exemplo: Escola Plural, Cadanga, Cidadã, Cabana, Sem Fronteiras, dentre outras.

Afirmando integrar-se nesse contexto de inovações educacionais, o projeto Escola Cabana surge como uma alternativa de construção de uma nova qualidade da educação na rede municipal de ensino de Belém. Essa nova qualidade da educação busca resgatar os valores expressivos da cultura local e pauta-se pelo princípio da inclusão social na ação educativa escolar na perspectiva de “construir um futuro de democracia econômica, social, cultural e política para as crianças e jovens de nossa Belém” (BELÉM, 1997).

Este artigo ocupa-se em entender a política de formação continuada do projeto Escola Cabana a partir da falas dos professores. Assim, buscou-se compreender como os mesmos têm recebido, avaliado e incorporado à proposta em suas práticas cotidianas. As constatações recolhidas por intermédio de entrevistas com um grupo de vinte e seis professores, cujas trajetórias pessoais e profissionais localizam-se em diferentes momentos do ciclo de vida profissional, revelam um quadro de dificuldades vividas e percebidas por esses docentes, que ao falem dos momentos de formação na rede municipal de educação de Belém revelam também expectativas e desejos de mudanças em relação à formação e tocam em pontos sensíveis da complexa proposta de formação continuada da Escola Cabana.

Na tentativa de compreender como a proposta de formação continuada do projeto Escola Cabana ganha materialidade na ação educativa escolar, elegeu-se uma escola da rede municipal de educação de Belém. A intenção é verificar como, na singularidade de sua história e dinâmica cotidiana, os sujeitos que lá exercem suas atividades profissionais analisam os propósitos formativos do referido projeto.

O Centro de Referência em Educação Ambiental — Escola Bosque “Professor Eidorfe Moreira”, foi à escola selecionada para os fins deste estudo.

Localizada na Ilha de Caratateua, região periférica situada a 30 km do centro urbano de Belém, a Escola Bosque vincula-se ao Distrito Administrativo do Outeiro (DAOUT) que do ponto de vista geográfico integra uma área de 31,65 km2 e conta com uma população de 15.797 habitantes, conforme os dados do último Censo. Do ponto de vista sócio-econômico a população residente na ilha é de baixa condição sócio-econômica, cujo perfil dos moradores liga-se ao emprego informal movido por atividades de venda de alimentos na praia e outros pequenos comércios que movimentam as atividades econômicas da ilha.

A escola foi projetada em meio a uma grande área verde de 120.000 m2, cujo terreno foi doado pela associação dos moradores da ilha para a prefeitura de Belém. Com uma arquitetura bastante peculiar, posto que possui diversos ambientes e espaços pedagógicos (auditório, arte-educação, sala de informática, sala de recursos, sala de leitura e educação física), ligados por trilhas e distribuídos numa grande área verde. Funciona em três turnos (manhã, tarde e noite) o que confere outra singularidade a mesma, pois grande parte das escolas do sistema municipal de educação de Belém mantém quatro turnos (manhã, intermediário, tarde e noite) de funcionamento das escolas. A escola mantém 1.347alunos para um grupo de 57 professores distribuídos entre os diferentes níveis de ensino.

Na escolha da escola como campo de investigação, levou-se em consideração, também, os seguintes aspectos: a) os professores possuem dedicação integral, com uma jornada de trabalho de 40 horas semanais; b) os professores fazem jus a uma gratificação especial correspondente a 80% do vencimento base relativos a 40 horas semanais; c) todos os professores são graduados em nível superior; d) os professores atuam num turno com atividades efetivas em sala de aula e no outro com projetos; e f) a escola dispõe de direção, serviço técnico (supervisores e orientadores), de assessoria de técnicos da SEMEC e de coordenações pedagógicas responsáveis pela condução da formação continuada no âmbito da escola.


Catálogo: anteriores
anteriores -> Formação de professores e pesquisa: metodologias de participação, colaboração e autoformação
anteriores -> MediaçÃo da aprendizagem no ensino de psicologia de educaçÃo sob a perspectiva de reuven feuerstein: uma pesquisa-açÃo no curso normal nível médio
anteriores -> A influência da família na construçÃo da noçÃo de lucro na criança trabalhdora de rua de curitiba
anteriores -> EducaçÃo científica e atividade grupal na perspectiva sócio-histórica
anteriores -> O aprender do adulto: contribuições da teoria histórico-cultural
anteriores -> As implicaçÕes das emoçÕES, dos afetos e dos sentimentos na prática pedagógica a partir da psicologia sócio-histórica
anteriores -> Referências bibliográficas
anteriores -> Da inovaçÃo técnica à inovaçÃo edificante: o ensino de Didática em questão
anteriores -> O estágio supervisionado na formaçÃo do(A) professor(A) de educaçÃo física
anteriores -> RepresentaçÕes de alfabetizaçÃo em discursos escolares: harmonia entre palavras proferidas e coisas feitas

Baixar 60.5 Kb.

Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino fundamental
Processo seletivo
ensino médio
Conselho nacional
minas gerais
terapia intensiva
oficial prefeitura
Curriculum vitae
Boletim oficial
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
Poder judiciário
educaçÃo física
saúde conselho
santa maria
assistência social
Excelentíssimo senhor
Atividade estruturada
Conselho regional
ensino aprendizagem
ciências humanas
secretaria municipal
outras providências
políticas públicas
catarina prefeitura
recursos humanos
Conselho municipal
Dispõe sobre
ResoluçÃo consepe
Colégio estadual
psicologia programa
consentimento livre
ministério público
público federal
extensão universitária
língua portuguesa