A educaçÃo e o investimento na (hetero) sexualidade



Baixar 54,17 Kb.
Página1/6
Encontro13.04.2018
Tamanho54,17 Kb.
  1   2   3   4   5   6

A EDUCAÇÃO E O INVESTIMENTO NA (HETERO) SEXUALIDADE


BRAGA, Keith Daiani da Silva

Doutoranda do Programa de Pós- Graduação em Educação da FCT/UNESP, email: keith_daiani@hotmail.com

RIBEIRO, Arilda Ines Miranda Ribeiro

Professora Titular do Programa de Pós-Graduação em Educação da FCT/UNESP, email: arilda@fct.unesp.br



Introdução

A temática da sexualidade na educação discutida por nós, neste trabalho, deriva de levantamento bibliográfico realizado durante nosso estudo de doutoramento “Lesbianidades, performatizações de gênero e educação escolar”, desenvolvido no Programa de Pós-Graduação em Educação da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”. A investigação consiste em compreender a trajetória escolar de lésbicas egressas do Ensino Médio público. Para desenvolvê-la partimos de uma concepção metodológica qualitativa vinculada aos estudos de gênero e sexualidade, a partir de realização de entrevistas e orientação teórica voltada para autoras e autores ligados aos Estudos Pós- Estruturalistas, Feministas e Queer.

O recorte escolhido para trabalharmos aqui refere-se à importância que a educação, enquanto formação para a vida, possui em termos de pedagogização do gênero e da sexualidade. Partimos do pressuposto que a sexualidade não é desinteressante às instituições ensino, mas sim, produzida nelas com caráter fortemente heteronormativo. Para sustentar tal perspectiva utilizaremos nossas reflexões realizadas na fase de levantamento bibliográfico de nosso estudo.

Nesse sentido nosso texto está dividido em três partes: na primeira abordamos que a questão da necessidade educativa da sexualidade reside justamente em sua não-naturalidade, não-determinação biológica; em seguida apresentamos as elaborações de Michel Foucault que refutam a hipótese de que a sexualidade seja natural e selvagem, por isso reprimida, bem como apresentam a sexualidade como um dispositivo que por meio do sexo inscreve no corpo as práticas de poder; na última parte expomos o gênero e seu caráter discursivo a partir das contribuições de Judith Butler no intento pensarmos sua regulação por meio das instituições educativas. Por fim, o artigo se encerra nas considerações finais, seguido das referências bibliográficas.




: upload -> trabalhos
trabalhos -> Oficina de Psicologia unati (Universidade Aberta à Terceira Idade)
trabalhos -> Grupos com terceira Idade e idosos asilados na unati/Assis
trabalhos -> Aos dias atuais. Bruna Maria Cristina da Silva Mota
trabalhos -> A construçÃo da personalidade ética e a formaçÃo do psicólogo – reflexões a respeito da educaçÃo de profissionais do ponto de vista ético
trabalhos -> Jogos de regras em sala de aula: construçÃo de um espaço solicitador para aqueles que não aprendem thais Oliveira da Silva
trabalhos -> PrevençÃo de acidentes infantis de intoxicaçÃo e a mulher: um estudo com responsáveis por escolares do ensino fundamental
trabalhos -> AdministraçÃo escolar: introduçÃo pós-crítica paulo Henrique Costa Nascimento. Graziela Zambão Abdian
trabalhos -> Uma casa sem rua: as possibilidades do desenvolvimento da autonomia moral num espaço de privaçÃo de liberdade
trabalhos -> A dimensão Pedagógica do Amor Genivaldo de Souza Santos
trabalhos -> Conflitos interpessoais: a visão dos jovens e de seus professoes sob a perspectiva da teoria de domínios de turiel


Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5   6


©psicod.org 2017
enviar mensagem

    Página principal