A educaçÃo básica na relaçÃo com a diversidade cultural e a heterogeneidade linguística em cabo verde liziane Patrícia Silva Monteiro Dissertação de Mestrado em Ciências da Educação Setembro 2013



Baixar 0.76 Mb.
Página9/41
Encontro22.05.2020
Tamanho0.76 Mb.
1   ...   5   6   7   8   9   10   11   12   ...   41

1.2 Noção de aculturação


O ser humano necessita de se socializar. Daí ser a socialização o elo mediador entre a cultura e os valores humanos.

As pessoas de diferentes grupos contactam umas com as outras num amplo leque de contextos e motivadas, por distintos fatores entre eles a emigração, os conflitos sociais, o turismo, as novas tecnologias de informação e comunicação colmatando o espaço e o tempo e tornando mais frequentes as interações entre as várias culturas. E culturas em contacto passam necessariamente pelo fenómeno da aculturação. A aculturação é uma forma de mudança cultural suscitada pelo contacto com outras culturas. Isto é, a influência de uma cultura sobre a outra. De entre as mudanças culturais a aculturação passa pela língua.

A aculturação vem sendo trabalhada numa óptica sociológica, antropológica, psicológica. No estudo de Morin (citado por Silva, 2008) encontramos indícios de que as culturas são, por um lado, aparentemente fechadas sobre si mesmas, para salvaguardarem a sua identidade, singular, mas, por outro, são também abertas, integrando em si não só saberes e técnicas, ideias, costumes, alimentação, os próprios indivíduos, num processo de assimilações enriquecedoras e criativas entre culturas.

Os autores Redfield, Linton e Herskovits (2009) analisaram a aculturação no tocante a grupos sociais definindo-a como sendo um conjunto de mudanças em resultado a contactos contínuos e diretos entre dois grupos culturais independentes. Graves (1967) estendeu o conceito à dimensão psicológica, utilizando neste caso o termo aculturação psicológica. A este nível o autor refere tratar-se de mudanças que o indivíduo experiencia em resultado de estar em contato com outras culturas e de participar no processo de aculturação por que passa o seu grupo cultural ou étnico. O fenómeno da aculturação é também interpretado por Berry (citado por Akkari, UNIGE, 2012) como colectivo e individual, “L'acculturation exige des individus qu'ils appartiennent à la société d'accueil ou aux divers groupes en voie d'acculturation, qu'ils adoptent de nouveaux comportements et qu'ils nouent de nouvelles formes de relations dans leur vie quotidienne” (curso 3, diap. 8).

Portanto, do encontro entre culturas diferentes surgem não só mudanças a nível individual (no comportamento, na identidade, nos valores, nas atitudes, etc.) como é preciso acrescentar que ocorrem mudanças a nível populacional (cultura, estrutura social, económica, organização política, etc.). Bochner (1982) por sua vez identificou as variáveis societais e pessoais mais frequentes mencionadas como afetando os resultados das interações entre membros cultural e etnicamente diferentes no seio da mesma sociedade (por exemplo, espanhóis, argelinos e portugueses em França) e entre membros de sociedade diferentes (por exemplo, turistas ingleses em Portugal). Este ressaltou os principais fatores que intervêm nas relações interculturais: o território em que ocorrem as interações; o tempo passado na interação; o seu objetivo; o tipo de envolvimento; a frequência do contacto e o grau de intimidade entre os participantes, o estatuto e o poder relativos, o equilíbrio numérico entre as características distintivas dos participantes.

Interagir uns com os outros condiciona a nossa personalidade, os nossos valores e comportamentos. Muitos deixam o etnocentrismo (julgar as outras culturas tomando como medida de comparação a própria cultura) sobrepor a compreensão e aceitação do que é diferente. Porém, necessitamos de constituir relações estáveis e duradouras com o nosso semelhante pois estamos envolvidos em relacionamentos com familiares, amigos etc., logo, há necessidade de intimidade ou compromisso na vida pessoal. Qualquer relação depende de confiança, compreensão de ambos e, sobretudo aceitação da diferença.





Baixar 0.76 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   5   6   7   8   9   10   11   12   ...   41




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino fundamental
Processo seletivo
ensino médio
Conselho nacional
minas gerais
terapia intensiva
oficial prefeitura
Curriculum vitae
Boletim oficial
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
Poder judiciário
educaçÃo física
saúde conselho
santa maria
assistência social
Excelentíssimo senhor
Atividade estruturada
Conselho regional
ensino aprendizagem
ciências humanas
secretaria municipal
outras providências
políticas públicas
catarina prefeitura
recursos humanos
Conselho municipal
Dispõe sobre
ResoluçÃo consepe
Colégio estadual
psicologia programa
consentimento livre
ministério público
público federal
extensão universitária
língua portuguesa