A educaçÃo básica na relaçÃo com a diversidade cultural e a heterogeneidade linguística em cabo verde liziane Patrícia Silva Monteiro Dissertação de Mestrado em Ciências da Educação Setembro 2013



Baixar 0.76 Mb.
Página41/41
Encontro22.05.2020
Tamanho0.76 Mb.
1   ...   33   34   35   36   37   38   39   40   41















8. ANEXOS




1 Culture em francês (1700) e Kultur em alemão séc. XVIII.

2 Desta mestiçagem cabo-verdiana elegemos fenómenos como mestiçagem, emigração, mar, seca, partida e regresso, a nível sentimental, saudade, tristeza, entre outros, até mesmo como Amircar Cabral defende a luta pela libertação e resistência nacional como “fator de cultura” (Cabral, 1974, p. 187).

3 Normandos (Northmen, Norsemen - homens do Norte) povo medieval estabelecido no norte da França cuja aristocracia descendia em grande parte de Vikings da Escandinávia. Eles desempenharam um importante papel político, militar e cultural na parte norte e mediterrânea da Europa Medieval e Oriente Médio, por exemplo: a colonização da Normandia, a Conquista Normandia da Inglaterra, o estabelecimento de Estados na Sicília e sul da Península Itálica e as Cruzadas.

4 Bretões (Breizhiz, Bretoned) são os integrantes de um grupo étnico que habita a região da Bretanha, na França. Sua origem vem dos grupos de falantes do britônico que colonizaram a área, vindos do sudoeste da Grã-Bretanha em duas ondas migratórias ocorridas do século IV ao VI (Idem), (Fonte: http//:pt.wikipedia.org).

5 Hibridismo, termo escolhido para “designar as misturas interculturais propriamente modernas, entre outras, aquelas geradas pelas integrações dos Estados nacionais, os populismos políticos e as indústrias culturais” (Canclini, 2006).

6 Consultar Arestides Pereira (2002) primeiro Presidente da República de Cabo Verde.

7 Sobre o assunto ver Arestides Pereira (2002) ex-presidente da República de Cabo Verde.

8 Carreira (1977) explicou na área rural, em todas as ilhas, a habitação é extremamente modesta e pouco confortável, no geral reflectindo uma pobreza extensa. Nela, a vida é muito dura em todos os aspectos. Falta de um mínimo de assistência médica e sanitária, falta de água mesmo para beber, falta de géneros essenciais. As possibilidades de emprego, mesmo para os mais preparados, são poucas.

9 Ainda hoje o catolicismo é a religião predominante em Cabo Verde (90%), o que justifica o engajamento da população nas festividades manifestadas nas ruas: Santa Cruz (3 de maio); Santo António (13 de junho); São João Baptista (24 de junho) e São Pedro (29 de junho). Contudo, ainda que pouco expressivo é digno de menção a protestante, adventista, racionalismo cristão e testemunhas de Jeová e alguns núcleos espíritas islâmicos. Fonte: http://www.caboverde.org.br

10 Para Pereira (1992) pidjin corresponde aos primeiros estádios da aquisição espontânea de uma das línguas em presença – a língua do grupo socialmente dominante – pelos falantes das outras línguas. Acrescenta, com um léxico e morfologia muito reduzido (pode funcionar com pouco mais de mil palavras), o pidjin é suportado por outras formas de linguagem, como o gesto, e depende, em grande parte, para a sua interpretação, do recurso ao contexto situacional.

11 Segundo Akkari (UNIGE, 2012) o etnocentrismo consiste de “faire de son propre groupe culturel le modèle de l'humanité ; considérer les manières de vivre, de sentir et de penser, les coutumes, les mœurs et les croyances de la société à laquelle on appartient comme les seules bonnes, les seules vraies et à la limite, l’esseules vraiment humaines ; conférer à ses propres normes culturelles un caractère absolu et à les ériger en règles universelles”, o mesmo conclui que sem uma pequena dose de etnocentrismo a cutura não existiria. (curso 6, diap. 17)

12 Akkari (UNIGE, 2012) relata o modelo de Gordon L'assimilation culturelle correspond à l'acculturation ou l'assimilation comportementale. Elle concerne l'acquisition des caractéristiques culturelles du groupe dominant (ses valeurs, sa langue, son comportement etc.).

13 De entre esses projetos e/ou parcerias assinala-se o Projeto de Renovação e Extensão do Ensino Básico (PREBA); o Projeto de Reestruturação e Expansão do Sistema Educativo (PRESE); o Projeto de Utilização das Novas Tecnologias e Informação no Ensino (PUENTI); O Projeto de Apoio às Cantinas Escolares (PAC); o Projeto de Educação para a Vida Familiar (PEVF); e o Projeto de Formação e Informação para o Ambiente (PFIE).

14 Renato Ortiz (1994) distingue estes dois termos, referindo ao primeiro à economia, “à produção, distribuição e consumo de bens e de serviços, organizados a partir de uma estratégia mundial e voltada para um mercado mundial” (p. 16), e ao segundo como um “fenômeno social total que permeia o conjunto das manifestações culturais” (p. 30).

15 Educação tratada como uma mercadoria Organização Mundial do Comércio (OMC).

16 Conceito difundido pela UNESCO “educação ao longo de toda a vida”.

17 Delgado Martins (1992) “A escrita é uma atividade de transposição para o código escrito de uma mensagem verbal organizada interiormente” (p. 11).

18 Tomamos os dizeres de Santos e Canclini para domonstrar a ambivalencia do fenómeno. Santos (2006) admite-o como como uma fábula que defende um mercado avassalador global, supostamente capaz de homogeneizar o planeta, quando na verdade acentua as desigualdades locais. Enquanto o culto ao consumo neste mercado global é incentivado, o mundo se torna mais distante de uma verdadeira cidadania universal; já para Canclini (2004), defende que o fenómeno também pode ser considerado como uma complexa rede de projetos de sociedade e de diversidade de interesses traduzidos nas disputas das representações ideológicas, políticas e culturais que estão em curso atualmente.

19 Freire (1972) “Nenhuma ‘ordem’ opressora suportaria que os oprimidos todos passassem a dizer: Por quê?” (p. 75).

20 Campenhoudt e Quivy (2011) «Un modèle d’analyse est composé de concepts et d’hypothèses qui sont articulés entre eux pour former ensemble un cadre d’analyse cohérent. Il donne une orientation opérationnelle à la recherche mais ne constitue pas une conclusion anticipée» (pp. 120-121).

21 Campenhoudt e Quivy (2011) “Une hypothèse est une proposition qui anticipe une relation entre deux termes qui, selon les cas, peuvent être des concepts ou des phénomènes. Une hypothèse est donc une proposition provisoire, une présomption, qui demande à être vérifiée” (p. 128).

22 Afonso (2005) “Os questionários consistem em conjuntos de questões escritas a que se responde também por escrito. Na construção de questionários, o objectivo principal consiste em converter a informação obtida dos respondentes em dados pré-formatados, facilitando o acesso a um número elevado de sujeitos” (p. 101).

23 Singly (2005) “Les questions fermées sont celles où les personnes interrogées doivent choisir entre des réponses déjà formulées à l’avance. Les questions ouvertes sont celles où, au contraire, les persones interrogées sont libres de répondre comme elles le veulent” (p. 65).

24

 Campenhoudt e Quivy, 2011 “On appelle la variable toute caractéristique susceptible de prendre plusieurs modalités” (p. 198).




Baixar 0.76 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   33   34   35   36   37   38   39   40   41




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino fundamental
Processo seletivo
ensino médio
Conselho nacional
minas gerais
terapia intensiva
oficial prefeitura
Curriculum vitae
Boletim oficial
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
Poder judiciário
educaçÃo física
saúde conselho
santa maria
assistência social
Excelentíssimo senhor
Atividade estruturada
Conselho regional
ensino aprendizagem
ciências humanas
secretaria municipal
outras providências
políticas públicas
catarina prefeitura
recursos humanos
Conselho municipal
Dispõe sobre
ResoluçÃo consepe
Colégio estadual
psicologia programa
consentimento livre
ministério público
público federal
extensão universitária
língua portuguesa