12 Meses de Empreendedorismo


Oportunidades: Condições e mitos



Baixar 124,58 Kb.
Página5/15
Encontro28.11.2019
Tamanho124,58 Kb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   15
Oportunidades: Condições e mitos

Em chinês Você tem o caracter que representa crise e o caracter que representa mudança. Quando estes dois caracteres se juntam, formam a palavra oportunidade. Porque é que isso acontece? Porque é que quando a crise e a mudança se fundem Você tem uma oportunidade? Um economista responder-lhe-á que, nessas condições, existem desequilíbrios, leis que mudam, situações que se alteram, necessidades novas que se criam. Dir-lhe-á de seguida que empreendedor é aquele que aproveita e tira vantagem de semelhantes condições, quem abre portas onde outras se fecharam. Você interrogar-se-á então sobre o que é isso de oportunidade, que apesar de crises e mudanças, ou por causa delas, a todos aparece envolta numa aura positiva, num brilho palpável, por vezes tão óbvia que ninguém repara. Oportunidade é um conjunto de circunstâncias favoráveis que criam um vazio ou uma abertura correspondente a uma necessidade de mercado. Será que também nós poderemos identificar e aproveitar oportunidades? A resposta é positiva, com algumas condições que desfazem alguns mitos:

#1 - Só existe oportunidade se existir mercado. Ter um melhor produto, a um melhor preço, com melhores condições, nada significa se não houver mercado ou se este for demasiado pequeno, ou não estiver preparado para mudar, ou se a concorrência estiver demasiado entrincheirada.

#2 - Nós não podemos criar necessidades. Elas são criadas por um conjunto de circunstâncias favoráveis, a maior parte fora do nosso controlo. O que podemos é estar atentos a elas e capitalizá-las.

#3 - Uma ideia não é uma oportunidade embora no âmago de uma oportunidade exista sempre uma ideia. Ideia é o reconhecimento de que algo tem valor para um cliente: há muitas e são baratas. Oportunidade é uma ideia inserida numa necessidade duradoura de clientes e que Você pode satisfazer. Por isso, ela é uma oportunidade para si.

#4 - O que é oportunidade para uma pessoa pode não ser para outra. Ajusta-se, depende do empreendedor. Também não é exclusiva: se outros a vêem, Você vai ainda a tempo de aproveitá-la.

#5 - Um empreendedor empenhado detecta uma oportunidade onde outros nada vêem, ou vêem muito tarde, ou demasiado cedo. O empenho refere-se à procura activa, sistemática, consciente e persistente de oportunidades. Não se refere a algo de inato, privilégio apenas de alguns (poucos) afortunados.

#6 - Quantidade gera qualidade. Quanto mais oportunidades Você procurar mais ocasiões terá para que algumas se transformem em bons projectos ou negócios: suficientemente atractivos, duradouros, sempre criadores de valor.

#7 - As oportunidades representam desafios, uma forma diferente de pensar. Reconhecemo-las em contradições, incongruências, sinais dispersos na envolvente, lacunas e outros vazios, imperfeições, turbulência e caos. Sempre que experimentamos novas coisas ou que algo muda à nossa volta, surgem oportunidades.

#8 - Viva a sua vida, completa e plenamente como um empreendedor. Não olhe apenas o que o rodeia: veja. Quanto mais viajar para outros países e regiões mais oportunidades encontra. Muitas delas estão no que existe noutros sítios e ainda não chegou aqui. Veja, por exemplo, como noutros países, perder o emprego constitui uma oportunidade para muitos empreendedores. Oportunidade para tomarem conta da sua própria vida, fazerem enfim algo de seu. Investigação consistentemente efectuada comprova que, com frequência, a actividade empreendedora resulta de circunstâncias ou experiências negativas.

#9 - Para encontrar oportunidades Você tem de construir e manter uma extensa, diversificada e valiosa rede de relações. Com quanto mais pessoas falar mais possibilidades terá de encontrar oportunidades e de testar a validade das suas ideias. Comece a pesquisa de mercado por quem conhece. O que é que essas pessoas pensam da sua ideia? Estariam dispostas a utilizá-la? A pagar por ela? Com que frequência? O que é que ela acrescenta às suas vidas?

#10 - A tarefa de encontrar oportunidades é um processo continuo à qual Você tem de se dedicar numa perspectiva de longo prazo. Não se deixe desencorajar por dificuldades ou insucessos. Não deixe que outros o desencorajem, continue. À medida que for aprendendo e ganhando experiência irá sendo capaz de detectar e capitalizar mais e mais oportunidades.

#11 - Não espere que as oportunidades venham até si. Procure-as. Você observa um problema, constata uma necessidade e, a partir daí, constrói uma solução. Depois procure validá-la no mercado perguntando-se: Quem são os clientes? São em número suficiente para viabilizar a minha solução? Estão suficientemente insatisfeitos com as soluções actuais? Existem custos de mudança, canais de distribuição, restrições legais (agora ou em breve)? Quem são os concorrentes? Como actuam? Como chegam ao mercado? O produto ou serviço é fácil de entender ou de imitar? O mercado tem condições financeiras para o comprar agora ou em breve? A que preço? Durante quanto tempo? Qual o potencial de crescimento do mercado?

#12 - Prepare-se, procurando respostas para todas estas perguntas. Isso leva tempo e vai dar-lhe trabalho. Dinheiro e tempo são variáveis que trabalham em sentido inverso: Você pode torná-las complementares. Por exemplo, enquanto tiver mais tempo do que dinheiro, utilize o tempo e não o dinheiro. Não receie utilizá-lo. Quanto mais tempo investir na procura activa de oportunidades, maiores serão as suas probabilidades de êxito.

#13 - Não subestime a necessidade de encontrar colegas, amigos, um grupo a quem se associe. Uma coisa é encontrar oportunidades, outra é explorá-las o que requer mais preparação e a ajuda de outras pessoas.

Haverá ainda outras condições a cumprir, mitos para desfazer. Eu escolhi treze porque treze é um número mágico. Na procura e exploração de oportunidades, Você não deve, por exemplo, ter medo de correr riscos. Corremos riscos todos os dias ao sair de casa, ao atravessar uma rua. Qual é o risco para o empreendedor? Apenas, como em qualquer outra situação na vida, o risco de insucesso e, afinal, é com ele que podemos aprender. Façamos então um último exercício: imaginemo-nos no cimo de uma ribanceira vendo do lado de lá o mercado. É a nossa oportunidade para avançarmos, preenchermos esse vazio. Não vamos com certeza saltar, assim de uma vez, com o risco de nos despenharmos lá em baixo, ignorando a distância, a profundidade, as características do chão. Comecemos então por construir estacas sobre as quais irá passar uma ponte que nos há-de levar ao mercado, a nós e ao nosso produto ou serviço. A primeira estaca diz respeito à identificação e validação da nossa oportunidade, segundo as treze condições mágicas. O que é que nos pode acontecer se falharmos? Nada, um pequeno passo e voltamos atrás. De estaca em estaca, através do processo de empreendedorismo, poderemos chegar, com maior sucesso ao mercado. O que nos impede de avançar sobre esse futuro? Para mim, no nosso país, é algo de importante e tem um nome: atitude. Precisamos de uma nova e generalizada atitude e precisamos que essa atitude se traduza efectivamente num comportamento tal que generalize a actividade empreendedora dentro e fora das empresas. Mas, infelizmente, as palavras não mudam a realidade.

Não existe falta de oportunidades hoje em dia. De facto e porque as oportunidades empresariais surgem das mudanças tecnológicas e sociais elas talvez sejam hoje em maior número do que em qualquer outro período da história. Um livro clássico, sub-utilizado e sub-reconhecido, escrito por Peter Drucker em 1985 "Innovation and Entrepreneurship" dar-lhe-á algumas indicações de como e onde procurar oportunidades sugerindo até estratégias para a sua exploração. Pegando num provérbio de conveniência: "não vale a pena empurrar o rio, ele já corre sozinho", o melhor mesmo é observar o que se passa à sua volta, depois agir e depois prosperar.





  1. Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   15


©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
santa catarina
Prefeitura municipal
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
Processo seletivo
ensino fundamental
Conselho nacional
terapia intensiva
ensino médio
oficial prefeitura
Curriculum vitae
minas gerais
Boletim oficial
educaçÃo infantil
Concurso público
seletivo simplificado
saúde mental
Universidade estadual
direitos humanos
Centro universitário
Poder judiciário
saúde conselho
educaçÃo física
santa maria
Excelentíssimo senhor
assistência social
Conselho regional
Atividade estruturada
ciências humanas
políticas públicas
catarina prefeitura
ensino aprendizagem
outras providências
recursos humanos
Dispõe sobre
secretaria municipal
psicologia programa
Conselho municipal
Colégio estadual
consentimento livre
Corte interamericana
Relatório técnico
público federal
Serviço público
língua portuguesa