1. Nome da Liga Acadêmica ou Projeto: pet saúde mental instituição/Estado: universidade federal do ceará



Baixar 37 Kb.
Encontro06.07.2018
Tamanho37 Kb.

Tava FICHA DE INSCRIÇÃO PARA O I FÓRUM DE ESTUDANTES E PESQUISADORES EM SAÚDE MENTAL DO CEARÁ
Favor preencher corretamente os dados abaixo de acordo com as normas do edital. As inscrições das ligas ou projetos serão feitas através do e-mail do evento: Forumsaudementalceara@gmail.com.
1. Nome da Liga Acadêmica ou Projeto: PET SAÚDE MENTAL
2. Instituição/Estado: UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ
3. Membros a serem inscritos: Renata Mesquita Ferreira Lima(voluntária),
4. E-mail e telefone do autor: renatinha_mf@yahoo.com.br, (85) 88618065,
5. Orientador (es): Susana Kramer de Mesquita
6. Título do resumo: PET SAÚDE MENTAL: O USUÁRIO DE DROGAS ilícitas E SEUS VÍNCULOS FAMILIARES

7. Resumo em anexo

Organização:



Grupo de Estudos em Transtornos Afetivos (GETA) – HUWC

Universidade Federal do Ceará



getace@gmail.com

Hospital Universitário Walter Cantídio - Amb. Psiquiatria

Rua Capitão Francisco Pedro, 1290 - CEP 60430-370/Fortaleza-CE

Fone: (85) 33668149



PET SAÚDE MENTAL:

O USUÁRIO DE DROGAS ilícitas E SEUS VÍNCULOS FAMILIARES

Autoras: Renata Mesquita Ferreira Lima; Susana Kramer de Mesquita Oliveira.

Orientadora:Susana Kramer de Mesquita Oliveira

Departamento de Psicologia

Universidade Federal do Ceará

O PET Saúde Mental-UFC é um programa de parceria entre o Ministério da Saúde, a UFC e as Secretarias de Saúde de Fortaleza, visando fortalecer a integração ensino–serviço entre os cursos de Medicina e Psicologia, e a Rede de Atenção à Saúde Mental, com enfoque no usuário de álcool e outras drogas.

O projeto se desenvolve em equipamentos de saúde como os CAPS-AD, sendo uma das estratégias os Grupos de Família, que objetivam: promover a escuta qualificada dos familiares, incluindo o cuidado desses; acolhê-los e orientá-los visando sua melhor compreensão na questão da dependência química; motivá-los à busca de estratégias de ações frente ao tratamento, tornando-os parceiros na discussão e nos encaminhamentos necessários. Assim, tem sido um forte desafio na promoção da saúde mental compreender o papel da família na causa e enfrentamento da dependência química, bem como fortalecer os vínculos familiares neste contexto.

Partindo-se de uma dimensão psicossocial, entendemos o drama familiar em pauta a partir de três aportes teóricos: 1) de base comportamental; 2) de fundamentação sócio-cultural; 3) de ordem vincular. Esta última enfrenta a questão como crise dos relacionamentos, buscando entendê-la a partir da constituição do conjunto familiar e as relações entre seus membros, considerando-o como núcleo a partir do qual expandem sua afetividade, desenvolvem uma matriz de identidade e, a partir desta, orientam suas escolhas sociais.

O presente trabalho pretende introduzir conceitos e apontar para intervenções que favoreçam a criticidade e realidade vivencial dos vínculos familiares na convivência com seus membros dependentes químicos (Zampieri, 2004), junto ao Grupo de Família dos CAPS-AD que integram as SERs atendidas pelo PET Saúde Mental-UFC.

Contato: Renata Mesquita Ferreira Lima



e-mail: renatinha_mf@yahoo.com.br

Telefone: (85) 88618065.

Compartilhe com seus amigos:


©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
santa catarina
Prefeitura municipal
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino fundamental
Processo seletivo
terapia intensiva
Conselho nacional
Curriculum vitae
oficial prefeitura
ensino médio
minas gerais
Boletim oficial
Concurso público
educaçÃo infantil
Universidade estadual
seletivo simplificado
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
Poder judiciário
saúde conselho
educaçÃo física
santa maria
Excelentíssimo senhor
Conselho regional
assistência social
ciências humanas
Atividade estruturada
políticas públicas
catarina prefeitura
ensino aprendizagem
Dispõe sobre
outras providências
recursos humanos
secretaria municipal
Conselho municipal
psicologia programa
Colégio estadual
consentimento livre
ResoluçÃo consepe
Relatório técnico
Corte interamericana
público federal
ministério público